sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Qual é o Seu Verdadeiro Caráter?

"Manterei minha retidão e nunca a deixarei; enquanto eu viver, a minha consciência não me repreenderá." (Jó 27:6)

Ouvi a história de um pastor que embarcou em um ônibus certa manhã, pagou a sua passagem e se sentou. Poucos minutos depois, ele percebeu que o motorista havia lhe dado troco a mais. Algumas pessoas poderiam colocar esse dinheiro no bolso e dizer: "Senhor, obrigado por sua provisão", mas esse pastor sabia que isso era errado. Na próxima parada, ele caminhou até a frente do ônibus com o troco extra e disse ao motorista: "Com licença, senhor, você me deu troco a mais e eu queria devolvê-lo porque, obviamente, você cometeu um erro."

O motorista disse: "Pastor, eu não cometi um erro. Eu estava na sua igreja ontem à noite e ouvi você pregar sobre honestidade. Queria ver se você pratica o que prega."

Felizmente ele o fez.

Como cristão, as pessoas estão observando você e examinando cada movimento seu. Elas não estão esperando que você seja um cristão exemplar. Mas esperam que você escorregue para que elas, convenientemente, tenham algo para justificar suas dúvidas e incredulidade.

Devemos viver como se não tivéssemos nada a esconder. Essa é a ideia de integridade: não ter nada em nossas vidas que nos envergonhe. Essa integridade pessoal é algo que desenvolvemos diariamente com cada pensamento e atitude que temos. E assim vamos construindo o nosso caráter - ou destruindo-o.

Que tipo de caráter você tem? Quem é você quando "ninguém está olhando"? Para todos os efeitos, esse é o seu verdadeiro eu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário