terça-feira, 13 de novembro de 2018

De Volta ao Básico

"Lembre-se de onde caiu! Arrependa-se e pratique as obras que praticava no princípio [...]" (Apocalipse 2:5)

Certa vez conheci um cara que estava sempre em ótima forma física. Eu o encontrava algumas vezes por ano e ele sempre fazia questão de me lembrar que estava em muito melhor forma do que eu. Ele me dizia: "Sinta meu braço!"
"Ele está firme."

"Isso mesmo!" ele diria. Mas ele era um cara estressado e muito intenso. Um dia, recebi a triste notícia de que ele havia morrido de um ataque cardíaco. Esse cara que tinha aparentemente tudo sob controle. Ele estava em ótima forma, mas por dentro seu coração estava em apuros.

Você pode ter o melhor físico - bíceps protuberantes e abdômen definido. Você pode ter resistência e energia incríveis, mas do que adianta tudo isso se você tiver uma doença cardíaca? Você pode ser capaz de flexionar os seus "músculos espirituais" na frente de outras pessoas. Você pode dizer: "Veja a minha agenda! Veja tudo o que estou fazendo para Deus. Veja o que já alcancei. Ouça as minhas realizações." Isso é bom até um certo ponto, mas está longe de revelar o quadro completo.

Quando Jesus disse aos cristãos em Éfeso que eles haviam deixado o seu primeiro amor, Ele estava chegando ao ponto central da questão, a raiz do sucesso ou fracasso na vida cristã. Ele estava dizendo: "Vocês estão deixando esse primeiro amor. Vocês estão negligenciando as coisas fundamentais." É quando a vida cristã se torna penosa. É quando você começa a dizer: "Existem tantas regras. Há tantas restrições. Quero viver como quiser. Quero ser livre."

Quando você começa a pensar assim, você está deixando o seu primeiro amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário