sexta-feira, 16 de novembro de 2018

A Lua-de-Mel Acabou

"Contra você, porém, tenho isto: você abandonou o seu primeiro amor." (Apocalipse 2:4)

O que é esse primeiro amor de que Jesus falava em Apocalipse 2? É semelhante ao tipo de amor que os recém-casados experimentam. Isso é mencionado em Jeremias 2:2, onde Deus diz: "[...] Eu me lembro de sua fidelidade quando você era jovem: como noiva, você me amava e me seguia pelo deserto, por uma terra não semeada." Deus estava dizendo a Israel: "Eu me lembro de quando nos relacionamos como se estivéssemos em lua-de-mel." Foi um amor íntimo e profundo.

Isso não quer dizer que duas pessoas casadas devam ter aquela sensação de "borboleta no estômago" para sempre. Lembro-me que quando eu conheci a minha esposa, Cathe, eu tinha falta de apetite e ficava nervoso perto dela. Hoje, sou mais apaixonado por Cathe do que jamais fui, mas não, necessariamente, sinto aquelas emoções que sentia quando nos conhecemos.

Da mesma forma, Deus não está dizendo que espera que estejamos constantemente extasiados por sermos Seus seguidores. Mas Ele está falando de um amor que não perde de vista tudo aquilo que o originou. Quando marido e mulher começam a não se valorizarem mutuamente, quando a vida começa a se tornar uma mera rotina e o romance vai acabando, é sinal que o casamento corre perigo.

O mesmo pode acontecer na vida cristã. Podemos começar a não valorizar Deus. Podemos começar a não valorizar a igreja e a nossa fé. Claro, sabemos ser bons cristãos, mas mantemos o nosso primeiro amor?

Nenhum comentário:

Postar um comentário