terça-feira, 4 de setembro de 2018

É Tudo Sobre Ele

"Mais do que isso, considero tudo como perda, comparado com a suprema grandeza do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por cuja causa perdi todas as coisas. Eu as considero como esterco para poder ganhar a Cristo" (Filipenses 3:8)

Uma das melhores ferramentas na caixa de ferramentas evangelística de um crente é sua própria história pessoal. É uma maneira efetiva de você se colocar no lugar da outra pessoa. Você pode dizer: "Sabe de uma coisa? Eu costumava ser assim. E era assim que eu também pensava. Era isso mesmo que eu costumava fazer. Então, um dia, alguém compartilhou o evangelho comigo [ou diga como você chegou à fé] e o que aconteceu comigo foi..."

Muitas pessoas não fazem ideia de como os outros se tornam cristãos. Elas podem pensar que nascemos assim. Podem ficar chocadas ao descobrir que não nascemos assim e que éramos exatamente como elas.

Como você passou a crer em Jesus é a sua história pessoal, mas aqui vão algumas dicas: Quando você compartilhar a sua história, nunca glorifique ou exagere o seu passado. Às vezes glorificamos o nosso passado. Às vezes, o modo como certas pessoas compartilham as suas histórias pessoais, faz com que o passado pareça mais atraente do que o presente. As pessoas começam a pensar: “sabe, talvez eu pare de ser um cristão e comece a fazer o que eu costumava fazer. Isso parece muito mais divertido.” Se você fosse realmente descrever o que era antes de conhecer o Senhor, poderia reconhecer que se divertiu um pouco. Você deu algumas risadas. Mas você também precisa falar sobre o vazio, o pecado e a culpa.

Não faça o seu passado mais atraente que o seu presente. Não seja definido pelo que você era. Seja definido por quem você é. Não se trata do que você costumava fazer. Fale sobre quem você é agora. É sobre Ele, não sobre você. É sobre o Seu nascimento, a Sua vida, a Sua morte, a Sua ressurreição e o que Ele fez por você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário