terça-feira, 14 de agosto de 2018

Um Outro Tipo de Coragem

"Estejam vigilantes, mantenham-se firmes na fé, sejam homens de coragem, sejam fortes." (1 Coríntios 16:13)

O que é coragem? Coragem tem sido definida como bravura. Também costuma-se dizer que não há coragem sem medo. Mark Twain disse: "A coragem é o domínio do medo, não a sua ausência." Uma pessoa corajosa não é alguém desprovido de medo (isso é, na verdade, uma pessoa tola). Uma pessoa corajosa é alguém que pode controlar o seu medo e fazer a coisa certa. É superar o medo que naturalmente todos nós temos.

Sem dúvida, vemos coragem estampada nas pessoas que são socorristas. Certamente também nos policiais e bombeiros. E lemos periodicamente atos de heroísmo (embora eu gostaria de poder ler mais sobre eles, porque sei que acontecem o tempo todo).

Mas também existem outros tipos de coragem. Há a coragem moral, que é a capacidade de fazer o certo em face da oposição ou adversidade. Ter coragem moral significa ser uma pessoa honesta. Isso significa ter integridade. Significa que você não cola na prova. Não sonega os seus impostos. Não trai o seu cônjuge. A coragem moral é honrar os votos que você fez a sua esposa ou ao seu marido quando disse: "Na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza, amando-se, respeitando-se e sendo fiel."

Também é preciso coragem para seguir a Jesus Cristo. Estamos vivendo hoje em uma cultura ditada pela mídia: TUDO, menos Cristo. As pessoas estão bem com o que você acredita, até que você diga: "Eu acredito em Jesus Cristo e creio que a Bíblia é a Palavra de Deus." Pronto: na melhor das hipóteses, você se torna persona non grata. Na pior das hipóteses, você é o inimigo público número um. É preciso coragem para defender Jesus Cristo, onde quer que você esteja. Precisamos de mais coragem moral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário