segunda-feira, 2 de julho de 2018

Reaviva-nos Uma Vez Mais!

"Senhor, ouvi falar da tua fama; temo diante dos teus atos, Senhor. Realiza de novo, em nossa época, as mesmas obras, faze-as conhecidas em nosso tempo; em tua ira, lembra-te da misericórdia." (Habacuque 3:2)

De 1857 a 1859, um renascimento varreu a cidade de Nova York, que se tornou parte do que é chamado de Terceiro Grande Despertar. Jeremiah Lanphier, um empresário de quarenta e oito anos, iniciou uma reunião de oração na Fulton Street. Inicialmente, não muitas pessoas compareceram à essa reunião de oração. Até que o mercado de ações caiu e, então, centenas de nova-iorquinos se reuniam para orar. Em seis meses, seis mil pessoas se reuniam ao meio-dia para orar por toda a cidade de Nova York. Relata-se que cinquenta mil nova-iorquinos chegaram à fé e cerca de um milhão de pessoas vieram ao Senhor durante aquela época.

Às vezes, queremos orar por uma economia robusta e forte em nossa nação. E não estou sugerindo que oremos por uma economia ruim, mas aqui está sobre o que devemos orar: "Senhor, envie um avivamento ao nosso país, não importa como." Às vezes, quando há uma recessão econômica ou uma ameaça militar, ou outros eventos que nos preocupem, nós nos voltaremos mais firmemente para Deus.

Lembra-se de quantos americanos apareceram nas igrejas após o 11 de setembro? Parecia um tipo de despertar. Lembra-se dos membros do Congresso do lado de fora nos degraus do Capitólio dos EUA cantando espontaneamente "God Bless America" (Deus abençoe a América).

Nosso país precisa de um despertar espiritual. O profeta Habacuque compreendeu a necessidade de um reavivamento em seus dias, quando orou: "Senhor, ouvi falar da tua fama; temo diante dos teus atos, Senhor. Realiza de novo, em nossa época, as mesmas obras, faze-as conhecidas em nosso tempo; em tua ira, lembra-te da misericórdia." (Habacuque 3:2)

Essa também precisa ser a nossa oração, como crentes que vivem no século XXI: Ó Senhor, reavive o seu trabalho. Agradeço a Deus pelo que Ele fez no passado, mas aqui está a minha oração: faça de novo, Senhor. Precisamos de outro reavivamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário