terça-feira, 10 de julho de 2018

Continue Orando!

"Por isso lhes digo: Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta. Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta." (Lucas 11:9-10)

Parte do problema com as nossas orações é que desistimos muito cedo. Simplesmente assumimos que o que pedimos em oração não é a vontade de Deus: "Orei quatro vezes para que houvesse um despertar das pessoas para Deus, e como isso não aconteceu, então não deve ser a vontade d'Ele."

A igreja do primeiro século orou - e continuou orando. Eles continuaram levando suas necessidades ao Senhor. Essa é uma das razões pela qual a oração pela libertação de Pedro da prisão foi atendida.

Mas e quando nossas orações não são respondidas? Algumas vezes iremos orar por algo e Deus não nos dará o que queremos. Iremos dizer: "Deus não respondeu as minhas orações". Na verdade, Ele respondeu. Ele disse não. E "não" é uma resposta.

Deus pode responder "não". Ou então "devagar". Ou "vá". Ou ainda: "cresça".

O apóstolo Paulo tinha o que ele chamava de "espinho na carne", referindo-se a algum problema pessoal. Ele orou três vezes para que Deus o livrasse disso. Mas, basicamente Deus respondeu: "Irei deixar isso na sua vida porque isso irá fazer você crescer espiritualmente".

E havia Moisés, que queria remover os israelitas da escravidão no Egito. Vamos dizer que Moisés foi um pouco afobado. Ele "comprou a briga" e tentou fazer tudo com as próprias mãos, mas acabou fazendo uma bagunça. Deus disse-lhe: "devagar". Deus então o enviou ao deserto para "colocá-lo em forma". Deus fez dele o homem que Ele queria ser.

Mas, às vezes, Deus diz "vá". Você ora, Deus responde sim, vamos logo. Você ora, e é isso.

Então continue orando. Continue buscando, continue pedindo. É isso que a Bíblia nos diz para fazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário