quarta-feira, 13 de junho de 2018

Uma Perspectiva Eterna da Dor

"Considero que os nossos sofrimentos atuais não podem ser comparados com a glória que em nós será revelada" (Romanos 8:18)

Por mais que possamos tentar, não podemos controlar o universo. Quer você goste ou não, a dor virá bater à nossa porta de alguma maneira e em algum momento. Podemos tentar afastá-la, mas a dor virá de qualquer modo. Temos uma escolha de como vamos lidar com isso: podemos desperdiçar a nossa dor ou podemos usá-la para a glória de Deus.

Como a dor pode ser usada para a glória de Deus? Duas pessoas me vêm à mente. O primeiro é Joni Eareckson Tada. Aos 17 anos, um acidente de mergulho a deixou tetraplégica. No entanto, ela trouxe inspiração, esperança e encorajamento para milhões de pessoas em todo o mundo. Se ela tivesse vivido a sua vida sem essa deficiência, tenho certeza de que ela teria sido usada por Deus. Mas ela teria sido usada da mesma maneira? Não me parece provável. Deus tomou essa dor e a usou para a Sua glória.

E há Nick Vujicic. Nascido sem braços e pernas, ficou tão desanimado quando jovem que até pensou em se suicidar. E mesmo assim ele perseverou e trouxe encorajamento para outras pessoas em todo o mundo.

Joni e Nick são a prova viva de que Deus pode suportar a dor em nossas vidas e usá-la para a Sua glória. Então, temos que olhar para isso com uma perspectiva eterna e perceber que todas as coisas vão cooperar para o bem (veja Romanos 8:28). A esperança de um novo céu e de uma nova terra nos ajuda a manter a perspectiva no aqui e agora durante os tempos de provação.

Está chegando o dia em que os erros serão corrigidos, quando as dores serão curadas, quando a tristeza será erradicada. Deus fará novas todas as coisas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário