segunda-feira, 14 de maio de 2018

A Igreja Pode Virar um Lugar Perigoso

"Mas, se vocês não fizerem isso, estarão pecando contra o Senhor; e estejam certos de que vocês não escaparão do pecado que cometeram." (Números 32:23)

Às vezes achamos que, quanto maior for uma coisa, melhor. É essencialmente o jeito consumista de ver as coisas. Se você for bem-sucedido, se ganhar mais dinheiro que os outros, entende-se que você seja o melhor. Se uma igreja tiver mais gente frequentando-a que as outras, entende-se que aquela é a melhor. Mas, não é necessariamente assim. Tampouco estou sugerindo que a menor seja a melhor.

A Bíblia diz que nos últimos dias haverá, dentre outras coisas, pessoas em nossas igrejas que não serão fiéis verdadeiros. Por causa de mensagens aguadas e de concessões, as pessoas sentem-se à vontade em certas igrejas porque nunca têm de encarar os seus pecados.

Acredito que o meu trabalho como pastor seja reconfortar os aflitos e afligir os que estiverem confortáveis. Também acho que a igreja pode ser um lugar muito perigoso. Se as pessoas vêm à igreja sem a intenção de aplicar as verdades que aprendem, seus corações se endurecem. Como já disse antes, o mesmo sol que amolece a cera endurece o barro. A mesma mensagem que liberta uma pessoa pode ferir outra se ela não responder apropriadamente. As pessoas que vão à igreja e que se dizem cristãs, mas depois se contradizem com uma vida presa ao pecado, estão fazendo mal a si mesmas.

A Bíblia diz: "vocês não escaparão do pecado que cometeram" (Números 32:23). Se nada de mal acontece quando pecamos, se não somos pegos ou descobertos, às vezes achamos que Deus nos deu passe livre. Mas Ele não deu, não. Não confunda a graça e misericórdia de Deus com leniência, nem ache que Ele fez de conta que não viu. Deus ainda vai tratar desse pecado. Mas Ele nos dá a oportunidade de nos arrependermos para que não tenhamos de lidar com todos os desdobramentos do pecado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário