quinta-feira, 24 de maio de 2018

Para Ampliar os Nossos Corações

"Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem, e todas as nações da terra se lamentarão e verão o Filho do homem vindo nas nuvens do céu com poder e grande glória." (Mateus 24:30)

Algumas pessoas realmente entendem a profecia bíblica, participando de todas as discussões e lendo cada livro dessas profecias bíblicas. Mas se isso não muda a maneira como elas vivem, então tais pessoas estão perdendo o rumo. A profecia não foi dada para inflar nossos cérebros, mas para ampliar nossos corações. Foi dada para nos aproximar de Deus. E o ponto principal é que o julgamento está chegando.

Como crentes, terminaremos nossas vidas nesta terra um dia e daremos conta de como vivemos. Daremos conta do que fizemos com o nosso tempo e com os dons que Deus nos deu. Nós os desenvolvemos? Nós os cultivamos? Nós os usamos para a Sua glória? O que fizemos com nossos recursos? Nós os investimos no Seu reino? O que fizemos com nossas vidas em geral? 

Seremos recompensados ​​- ou não recompensados ​​- de acordo com o modo como vivemos.

Também está chegando o dia em que os descrentes estarão diante de Deus. O Livro da Vida será aberto e, para eles, será tarde demais. Eles não serão julgados com base em seus atos, mas de acordo com o que fizeram com Jesus.

Afinal de contas, não é tanto uma questão de pecado, mas uma questão do que você fez com Jesus Cristo, o Filho de Deus. Se você acreditou Nele, então você foi perdoado. Você irá para o céu. Mas se você o rejeitou, então você não será perdoado.

Na primeira vez, Jesus veio a essa terra em humildade e morreu na cruz. Mas na segunda vez, Ele virá a esta terra com poder e glória.

Então viva bem a sua vida. Viva para a glória de Deus.

quarta-feira, 23 de maio de 2018

O Poder da Oração em Comunidade

"Também lhes digo que se dois de vocês concordarem na terra em qualquer assunto sobre o qual pedirem, isso lhes será feito por meu Pai que está nos céus. Pois onde se reunirem dois ou três em meu nome, ali eu estou no meio deles" (Mateus 18:19-20).

Você sabia que há poder na oração em comunidade? É bom orar em conjunto com as pessoas. Jesus disse: "Também lhes digo que se dois de vocês concordarem na terra em qualquer assunto sobre o qual pedirem, isso lhes será feito por meu Pai que está nos céus" (Mateus 18:19). Isso não significa que se pessoas se reunirem para orar por algum motivo ridículo, Deus vai atendê-las. Pelo contrário, são duas pessoas unidas que se deixam guiar pelo Espírito de Deus, com a mesma responsabilidade, orando por algo em comum. Existe poder quando oramos juntos.

É por isso que quando o evento evangelístico Harvest Crusade (ou Cruzada da Colheita, em português) se aproxima, nós encorajamos as pessoas a começarem a pensar no nome de alguém por quem elas possam orar. No harvestAmerica.com temos uma "nuvem de oração" na qual as pessoas podem colocar nomes de quem elas queiram alcançar para Jesus. Quando elas colocam nomes de pessoas pelas quais estão orando, outras pessoas também irão orar por essa mesma pessoa. Fazemos isso porque reconhecemos o poder da oração em comunidade. E nós oramos juntos por diversas causas. 

Uma das causas pelas quais deveríamos orar é para um avivamento em nossa nação. Haverá um avivamento no Brasil? Ninguém pode dizer com certeza. Espero que haja. Deus dá a receita para a cura de uma nação em 2 Crônicas 7:14, onde Ele diz: "se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar e orar, buscar a minha face e se afastar dos seus maus caminhos, dos céus o ouvirei, perdoarei o seu pecado e curarei a sua terra." É isso que queremos: que Deus sare nossa nação para que ela se volte novamente para Ele. 

A oração que prevalece, que importa e que obtém resultados é a oração que é feita em conjunto com a comunidade.

terça-feira, 22 de maio de 2018

A Estrela do Apocalipse

"Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de dois gumes; ela penetra ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e julga os pensamentos e intenções do coração." (Hebreus 4:12)

Apenas pense no poder das palavras de Deus. No princípio, Deus falou e colocou o nosso mundo e o universo em existência. Quando Ele disse: "Haja luz", houve luz. Quando Jesus estava no Mar da Galileia e uma violenta tempestade irrompeu, Ele disse: "Basta, acalme-se!" e a tempestade parou. Quando Pedro tentou defender Jesus no Jardim do Getsêmani, Jesus lhe disse: "Coloque sua espada em seu lugar... Você acha que não posso orar agora a Meu Pai, e Ele me dará mais do que doze legiões de Anjos?"

A mesma voz que pode criar os céus e a Terra, parar as tempestades e convocar anjos, um dia trará julgamento. Apocalipse 19:15 diz: "De sua boca sai uma espada afiada, com a qual ferirá as nações. 'Ele as governará com cetro de ferro' [...]"

Enquanto João escrevia as palavras do Apocalipse na ilha de Patmos, ele caiu aos pés do anjo que lhe mostrou essas coisas. Mas o anjo disse: "Não faça isso! Eu sou seu servo (...) Adore a Deus, não a mim! Pois o testemunho de Jesus é o espírito de profecia."

Pois o testemunho de Jesus é o espírito de profecia... O que isto significa? Isso significa que se você leu o livro de Apocalipse, mas o seu amor por Jesus não cresceu, então você não entendeu a mensagem. O termo grego apokálypsis significa "revelação" ou "ação de descobrir". Mas o Apocalipse não revela apenas o nosso futuro; esse livro também revela coisas sobre Jesus. É tudo sobre Jesus. Ele é a estrela do Apocalipse. Ele é o foco do Apocalipse. E ele deve ser a estrela e foco de nossas vidas também.

segunda-feira, 21 de maio de 2018

A Premiação Final

"Eis que venho em breve! A minha recompensa está comigo, e eu retribuirei a cada um de acordo com o que fez." (Apocalipse 22:12)

O Oscar é o prêmio entregue anualmente pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA àqueles que fizeram um trabalho impressionante em produzir, dirigir ou atuar em um filme. Alguns dos prêmios mais esperados da Academia são para o melhor filme e para o melhor ator e atriz. E por que os atores e atrizes são homenageados? Por fazerem um excelente trabalho fingindo ser outra pessoa.

Quando estivermos no Tribunal de Cristo, o assunto não será sobre quem fez o melhor trabalho em fingir ser outra pessoa. Seremos julgados por sermos quem realmente deveríamos ser - não fingindo ser alguém que não éramos. Será um julgamento sobre autenticidade e uma vida cristã genuína, vivida para a glória de Deus.

Jesus disse aos seus discípulos: "E se alguém der mesmo que seja apenas um copo de água fria a um destes pequeninos, porque ele é meu discípulo, eu lhes asseguro que não perderá a sua recompensa" (Mateus 10:42). Ele também disse que devemos ser fiéis nas pequenas coisas porque nosso Pai, que vê em segredo, nos recompensará abertamente (ver Mateus 6:1-4).

Haverá dois julgamentos: o Julgamento do Grande Trono Branco (ver Apocalipse 20), que é para os não-crentes, e o Tribunal de Cristo, que é para os crentes (ver 2 Coríntios 5:10). Jesus disse: "Eis que venho em breve! A minha recompensa está comigo, e eu retribuirei a cada um de acordo com o que fez" (Apocalipse 22:12).

Não se trata do quanto você fez. Trata-se do por quê você fez o que fez e como foi fiel ao que Deus o chamou para fazer. Seja fiel nisso e Ele lhe recompensará por sua fidelidade.

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Nossa Melhor Roupa

"Regozijemo-nos! Vamos nos alegrar e dar-lhe glória! Pois chegou a hora do casamento do Cordeiro, e a sua noiva já se aprontou. Foi-lhe dado para vestir-se linho fino, brilhante e puro. O linho fino são os atos justos dos santos." (Apocalipse 19:7-8)

No dia do nosso casamento, todos queremos estar com a nossa melhor roupa. Não é o dia para o noivo usar a sua camiseta gasta e mais confortável. Nem o dia para a noiva parar no caminho da cerimônia e devorar um cachorro-quente vestida em seu lindo e imaculado vestido branco.

No livro de Efésios, o apóstolo Paulo escreveu sobre uma cerimônia de casamento em que a igreja será apresentada a Cristo como Sua noiva, que está "sem mancha nem ruga ou coisa semelhante..." (Efésios 5:27). Queremos usar a nossa melhor roupa de domingo quando nos apresentarmos a Cristo.

Apocalipse 19:8 descreve a igreja como Sua noiva, dizendo: "Foi-lhe dado para vestir-se linho fino, brilhante e puro. O linho fino são os atos justos dos santos."

Quando nos tornamos cristãos, somos perdoados de todos os nossos pecados, e por assim dizer, a justiça de Cristo é colocada em nossa conta bancária espiritual no lugar de nossos pecados. Isso é chamado de justificação. Somos purificados.

Apocalipse 19:8, no entanto, está falando sobre a justiça prática, ou a justiça que vem como resultado da purificação. Não somos salvos por obras; somos salvos pela graça: "Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus" (Efésios 2:8). No entanto, uma vez que você é salvo, deve haver obras em sua vida. As obras não salvam uma pessoa, mas são uma boa evidência de que uma pessoa está salva.

Tudo se resume a isto: você pode ter obras sem fé, mas não pode ter fé real sem obras. Há fruto espiritual em sua vida? Existe alguma evidência de que você é um seguidor de Jesus?

quinta-feira, 17 de maio de 2018

O Único Jeito de se Lidar Com um Gigante

"Quando o filisteu começou a vir na direção de Davi, este correu depressa na direção da linha de batalha para enfrentá-lo" (1 Samuel 17:48)

Golias parecia um formidável gigante no campo de batalha. Mas considere isto: ele nem sempre foi um gigante. Afinal, Golias era um homem, o que significa que ele um dia foi bebê (deve ter sido um bebê enorme!). Com o passar do tempo, o recém-nascido se tornou um bebê, o bebê se tornou uma criança, a criança se tornou um adolescente, e o adolescente se tornou um homem. E, com o tempo, ele se tornou um homem gigante.

Os gigantes em nossas vidas geralmente começam pequenos também. Muitas vezes eles começam com uma atitude que diz: eu consigo aguentar isso. É apenas uma bebida aqui e ali. É só beber umas com os caras depois do trabalho. É apenas um copo de vinho com comida italiana. Depois de um tempo, é uma bebida para relaxar no final de um longo dia. Então é tomar uma bebida pela manhã. Em breve, não será possível passar o dia sem uma bebida. As pessoas que não planejam acabar assim são as que acabam.

Como Golias, nossos gigantes começam pequenos e ficam grandes. Aquela pequena área que pensávamos ter controle, agora tem controle sobre nós. Aquela pequena coisa que uma vez foi uma praguinha, agora se tornou um gigante implacável e nós não sabemos como derrotá-lo. Não sabemos como derrubá-lo.

O problema é que, se tolerarmos um gigante, ele assumirá nosso território. Ele virá à nossa porta. Como lidamos com isso? Nós não negociamos com ele. Não gritamos com ele. Não fugimos dele. Nós o atacamos e matamos. É assim que se lida com um gigante.

Com a força de Deus, Davi derrotou seu gigante. E você também pode derrotar o seu.

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Medalha de Honra

"Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, pois deles é o Reino dos céus." (Mateus 5:10)

Deus leva para o lado pessoal quando Seu povo está sob ataque, assim como você também levaria se alguém atacasse seus filhos ou netos. 

Quando Saulo de Tarso, o famoso "assassino de cristãos" conheceu Jesus na cidade de Damasco, ele tinha acabado de mandar matar Estêvão, o primeiro mártir da igreja. E como se não bastasse, ele estava a caminho de matar mais cristãos. Então o que Jesus disse a Saulo? "Saulo, Saulo, por que você me persegue?" (Atos 9:4)

Note que Ele não disse: "Saulo, Saulo, por que você persegue o meu povo?" Para Jesus isso era pessoal. Da mesma forma, quando o povo de Deus é perseguido, isso se torna algo pessoal para Ele. Então se você hoje enfrenta alguma dificuldade, se você está sendo importunado, criticado e perseguido por sua fé em Jesus, encoraje-se por isso. 

No final das bem-aventuranças, Jesus disse:

"Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, pois deles é o Reino dos Céus. Bem-aventurados serão vocês quando, por minha causa os insultarem, perseguirem e levantarem todo tipo de calúnia contra vocês. Alegrem-se e regozijem-se, porque grande é a recompensa de vocês nos céus, pois da mesma forma perseguiram os profetas que viveram antes de vocês" (Mateus 5:10-12).

Jesus usou o termo "bem-aventurados" duas vezes enquanto falava sobre perseguição. Tudo para enfatizar a generosidade de Deus para com os que são perseguidos. O termo "bem-aventurados" também poderia ser traduzido como "felizes". É como se Jesus estivesse dizendo: "Felizes são aqueles os que são perseguidos."

Não é um momento tão feliz quando a perseguição de fato acontece conosco. Porém, você pode usá-la como uma medalha de honra, pela qual alguém lhe atacaria por representar tão fielmente o próprio Jesus Cristo na terra. 

terça-feira, 15 de maio de 2018

Mais um Arrependimento

"Ora, este foi o pecado de sua irmã Sodoma: Ela e suas filhas eram arrogantes, tinham fartura de comida e viviam despreocupadas; não ajudavam os pobres e os necessitados. Eram altivas e cometeram práticas repugnantes diante de mim. Por isso eu me desfiz delas conforme você viu. (Ezequiel 16:49-50)

O pastor americano Billy Graham relembrou certa ocasião em que sua esposa Ruth, comentando a espiral descendente de moralidade nos EUA, disse: "Se Deus não punir a América, terá que pedir desculpas a Sodoma e Gomorra."

Sodoma já foi uma grande potência em sua época - uma Cidade-Estado, uma força dominante. Mas Deus a julgou. Ele identifica seus pecados em Jeremias 23:14: "E entre os profetas de Jerusalém vi algo horrível: Eles cometem adultério e vivem uma mentira. Encorajam os que praticam o mal, para que nenhum deles se converta de sua impiedade. Para mim são todos como Sodoma; o povo de Jerusalém é como Gomorra."

Cometem adultério e vivem uma mentira. Encorajam os que praticam o mal... Vivemos num tempo em que o certo é errado e o errado virou certo. Tudo está de cabeça para baixo.

Deus dá outra avaliação dos pecados de Sodoma no livro de Ezequiel: "Ora, este foi o pecado de sua irmã Sodoma: Ela e suas filhas eram arrogantes, tinham fartura de comida e viviam despreocupadas; não ajudavam os pobres e os necessitados" (versículo 16:49).

Arrogância... Gula... Preguiça... Egoísmo... Pense na nossa nação e no senso de direito. Todo mundo espera se divertir. Lembro-me da famosa afirmação do satírico romano Juvenal enquanto falava de Roma e seu declínio: "As pessoas que antes concediam comandos, consulados, legiões e tudo mais, agora não se preocupam mais, e desejam ansiosamente por apenas duas coisas: pão e circo!"

Parece-me que é como as coisas estão hoje: "Divirtam-nos. Nós somos os protagonistas."

Acredito que a nossa nação tem duas escolhas: uma é o julgamento. A outra é o arrependimento que leve a um reavivamento. O julgamento está chegando, isso está claro. Mas minha oração é para que haja pelo menos mais um reavivamento antes que isso aconteça.

segunda-feira, 14 de maio de 2018

A Igreja Pode Virar um Lugar Perigoso

"Mas, se vocês não fizerem isso, estarão pecando contra o Senhor; e estejam certos de que vocês não escaparão do pecado que cometeram." (Números 32:23)

Às vezes achamos que, quanto maior for uma coisa, melhor. É essencialmente o jeito consumista de ver as coisas. Se você for bem-sucedido, se ganhar mais dinheiro que os outros, entende-se que você seja o melhor. Se uma igreja tiver mais gente frequentando-a que as outras, entende-se que aquela é a melhor. Mas, não é necessariamente assim. Tampouco estou sugerindo que a menor seja a melhor.

A Bíblia diz que nos últimos dias haverá, dentre outras coisas, pessoas em nossas igrejas que não serão fiéis verdadeiros. Por causa de mensagens aguadas e de concessões, as pessoas sentem-se à vontade em certas igrejas porque nunca têm de encarar os seus pecados.

Acredito que o meu trabalho como pastor seja reconfortar os aflitos e afligir os que estiverem confortáveis. Também acho que a igreja pode ser um lugar muito perigoso. Se as pessoas vêm à igreja sem a intenção de aplicar as verdades que aprendem, seus corações se endurecem. Como já disse antes, o mesmo sol que amolece a cera endurece o barro. A mesma mensagem que liberta uma pessoa pode ferir outra se ela não responder apropriadamente. As pessoas que vão à igreja e que se dizem cristãs, mas depois se contradizem com uma vida presa ao pecado, estão fazendo mal a si mesmas.

A Bíblia diz: "vocês não escaparão do pecado que cometeram" (Números 32:23). Se nada de mal acontece quando pecamos, se não somos pegos ou descobertos, às vezes achamos que Deus nos deu passe livre. Mas Ele não deu, não. Não confunda a graça e misericórdia de Deus com leniência, nem ache que Ele fez de conta que não viu. Deus ainda vai tratar desse pecado. Mas Ele nos dá a oportunidade de nos arrependermos para que não tenhamos de lidar com todos os desdobramentos do pecado.

sexta-feira, 11 de maio de 2018

O Reavivamento é Pessoal

"Acaso não nos renovarás a vida, a fim de que o teu povo se alegre em ti? Mostra-nos o teu amor, ó Senhor, e concede-nos a tua salvação!" (Salmos 85:6-7)

O mundo precisa de evangelismo, mas a igreja precisa de reavivamento. Deus quer reavivar a igreja, restaurá-la à sua condição original. No livro de Atos, vemos qual era a sua condição original. A igreja primitiva foi a igreja que mudou o mundo, a igreja que deixou o mundo de cabeça para baixo.

A igreja de hoje tem tanto impacto quanto a igreja do primeiro século teve? Acho que a resposta é claramente: não. Em Apocalipse 3:8, Deus disse à igreja de Filadélfia dos últimos dias: "[...] Sei que você tem pouca força, mas guardou a minha palavra e não negou o meu nome." Acredito que possa haver um reavivamento na igreja de hoje.

Se você for cristão, então faz parte da igreja. E se toda a igreja fosse como você? E se todos na igreja orassem com a mesma frequência que você ora? Seríamos uma igreja de oração? E se todos na igreja evangelizassem com a mesma frequência que você evangeliza? Seríamos uma igreja evangelizadora? E se todos da igreja dessem fielmente de suas finanças como você dá? Teríamos uma igreja com recursos? E se todos na igreja fossem exatamente como você?

A igreja é composta por nós. Cada um de nós faz a diferença. Contribuímos para fortalecer a igreja ou para enfraquecê-lá. É fácil apontar o dedo para os outros e dizer: "A igreja precisa fazer isso..." Mas aqui está a pergunta: e você?

O reavivamento é o dedo de Deus apontado para mim. O reavivamento é pessoal. Você precisa de reavivamento. Eu preciso de reavivamento. Nós precisamos de reavivamento. Vamos orar por isso, porque é a única esperança para o nosso país.

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Adultério Espiritual

"Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele. Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provém do Pai, mas do mundo." (1 João 2:15-16)

Em mais de uma ocasião nas escrituras, a igreja é comparada com uma noiva - e Jesus com o noivo. Um dia haverá o casamento celestial, onde a igreja será apresentada a Ele. 

Assim como marido e mulher precisam ser fiéis um ao outro, precisamos ser fiéis ao Senhor. Quando as pessoas quebram seus votos e tornam-se infiéis aos seus cônjuges, elas cometem adultério. E você sabia que os cristãos podem cometer adultério espiritual? Fazemos isso amando esse sistema do qual fazemos parte. Tiago escreveu: "Adúlteros, vocês não sabem que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Quem quer ser amigo do mundo faz-se inimigo de Deus." (Tiago 4:4)

A palavra "mundo" usada neste versículo não significa o planeta terra. Não há nada de errado em apreciar a criação de Deus. Acho que, mais do que quaisquer outros, os cristãos podem apreciar a obra do nosso Pai celestial. 

O "mundo" que Tiago mencionou refere-se a um sistema, algo mental, um modo de viver adotado pela maioria das pessoas. A bíblia ainda diz: "Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele" (1 João 2:15). 

Gosto dessa paráfrase do mesmo trecho em uma versão diferente: "Não ame os caminhos do mundo, não ame as posses desse mundo. O amor pelo mundo sufoca o amor pelo Pai. Praticamente tudo que está no mundo - que quer tudo do seu jeito, tudo para si mesmo, querendo parecer importante - não tem relação nenhuma com o Pai. Apenas afasta você d'Ele." 

Não queremos cometer adultério espiritual. Deus nos chamou para sermos fiéis a Ele.

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Muito Para Se Cantar

"Por volta da meia-noite, Paulo e Silas estavam orando e cantando hinos a Deus; os outros presos os ouviam" (Atos 16:25)

Se fôssemos avaliar a cristandade somente pela ótica da música, é claro que diríamos que os cristãos são musicalmente natos. Meu amigo Marty Goetz diz que, como um jovem judeu, ele invejava os cristãos porque, enquanto celebrava o Hanukkah, os cristãos celebravam o Natal com canções como: "Sapatinho de Natal", "Noite Feliz" e "Jingle Bells". Ele admirava nossa música.

Mas não estamos avaliando a nossa fé com base na música; é com base no que acreditamos e em Quem acreditamos. Os cristãos cantam muito porque têm muito o que cantar.

Quando um crente consegue louvar a Deus em meio a provações e sofrimentos, um mundo perdido ao seu redor o observa. Quando você está passando por dificuldades e ainda consegue louvar a Deus, os descrentes prestarão atenção.

Paulo e Silas foram jogados em uma masmorra para pregar o evangelho. Eles foram severamente espancados e seus pés estavam presos, mas Atos 16:25 diz: "Por volta da meia-noite, Paulo e Silas estavam orando e cantando hinos a Deus; os outros presos os ouviam."

Em Apocalipse 15, encontramos os mártires da tribulação que "cantavam o cântico de Moisés, servo de Deus, e o cântico do Cordeiro [...]" (versículo 3). Eles passaram pela pior prova de fogo imaginável: foram mortos por causa de sua fé. No entanto, estão no céu cantando suas canções.

A música de adoração não é para o nosso entretenimento. Os músicos e vocalistas da igreja querem nos conduzir no culto. Você pode dizer: Mas eu não tenho uma boa voz. Isso não impediu que milhares de pessoas fizessem testes para os programas Ídolos ou The Voice Brasil. Então isso não deveria impedi-lo também. Você não está se apresentando para ninguém. Quando você louva, está cantando para uma única audiência: Deus. Então, aplique-se.

terça-feira, 8 de maio de 2018

Música Para os Nossos Ouvidos

"Aquele que dá testemunho destas coisas diz: 'Sim, venho em breve!' Amém. Vem, Senhor Jesus! A graça do Senhor Jesus seja com todos. Amém." (Apocalipse 22:20-21)

A Bíblia se refere muitas vezes à segunda vinda de Cristo, do Gênesis ao Apocalipse. São mencionadas 1.800 vezes no Antigo Testamento e outras 300 vezes no Novo Testamento. Estatisticamente, um em cada 25 versículos da Bíblia refere-se à Segunda Vinda. Para cada profecia da Bíblia sobre a primeira vinda de Jesus, existem oito profecias sobre a Sua segunda vinda. Uma mensagem é clara nas Escrituras: Cristo voltará a esta terra.

Como C. H. Spurgeon disse: "O som de Sua aproximação deve ser como música para os nossos ouvidos."

Acho que a nossa reação ao retorno do Senhor é um bom indicador de onde estamos espiritualmente. Se você está andando corretamente com Deus, então estará ansioso pelo retorno de Jesus Cristo. Mas se você não estiver no caminho certo com Deus, então temerá o Seu retorno.

Adoro quando os meus netos estão felizes por me ver. Eles correm até mim e seguram minhas pernas. Eles ficam ansiosos com a minha chegada (ou pelo menos agem como se estivessem). Por que estão tão felizes em me ver? Porque eu nunca os disciplino. Esse não é meu trabalho. Estou lá para dar-lhes doces, comprar brinquedos e me divertir com eles. Eu deixo os seus pais lidarem com as outras coisas.

É assim que devemos nos sentir quando pensarmos no retorno de Cristo. João escreve sobre isso em Apocalipse 22:20: "Aquele que dá testemunho destas coisas diz: 'Sim, venho em breve!' Amém. Vem, Senhor Jesus!"

É assim que todo crente deve responder quando ouvir que Cristo está retornando: "Amém. Mesmo assim, venha, Senhor Jesus!" É uma coisa boa a se dizer.

segunda-feira, 7 de maio de 2018

A Última Música nas Escrituras

"E cantavam o cântico de Moisés, servo de Deus, e o cântico do Cordeiro: 'Grandes e maravilhosas são as tuas obras, Senhor Deus todo-poderoso. Justos e verdadeiros são os teus caminhos, ó Rei das nações'" (Apocalipse 15:3)

Em Apocalipse 15 os santos que morreram por sua fé cantam o cântico de Moisés e o cântico do Cordeiro. O cântico de Moisés é o que os israelitas cantaram depois de terem sido libertados do faraó e atravessado com segurança o Mar Vermelho (ver Êxodo 15 e Deuteronômio 32). Esta canção será cantada novamente no céu. É a última música nas Escrituras.

Os mártires nessa passagem vieram através do fogo da perseguição, mas não perderam a sua canção. Eles cantam: "Justos e verdadeiros são os seus caminhos..." É um reconhecimento de que Deus sabe o que faz.

Existem coisas na vida que não fazem sentido. As tragédias acontecem conosco. Injustiças são cometidas. Coisas ruins acontecem, mesmo para os cristãos. Às vezes é assim que precisamos confiar em Deus e sinceramente adorá-Lo - não porque as coisas não vão bem, mas porque Deus é bom. 

Não podemos controlar nossas circunstâncias, mas podemos controlar nossa reação a elas.

Jó foi para a cama uma noite e tudo parecia estar indo bem. Então ele se levantou na manhã seguinte e, essencialmente, perdeu tudo o que tinha. Pior de tudo, ele perdeu os seus filhos. E o que nós lemos? "Jó [..] prostrou-se no chão em adoração, e disse: 'Saí nu do ventre da minha mãe, e nu partirei. O Senhor o deu, o Senhor o levou; louvado seja o nome do Senhor'" (Jó 1:20-21).

Que calamidade você está enfrentando? Qual julgamento está diante de você? Adore a Deus, não por causa de sua dificuldade, mas por causa de Sua soberania e glória. Quando você chegar ao céu, tudo será explicado. Até esse dia, vivemos de promessas e não de explicações.

sexta-feira, 4 de maio de 2018

Cidadãos do Paraíso

"A nossa cidadania, porém, está nos céus, de onde esperamos ansiosamente um Salvador, o Senhor Jesus Cristo" (Flipenses 3:20)

Tenho quatro netas e um neto. A mais nova das meninas, Allie, tem dois anos de idade. Ela está sempre muito animada para visitar nossa casa, cheia de brinquedos de todos os tipos. Allie fica alegremente ocupada com os brinquedos por um tempo, quando de repente ela diz: "Casa!"

"O que?" nós perguntamos.

"Casa!" ela declara novamente e sai pela porta, como se tivesse acabado de pegar as chaves do carro e estivesse prestes a ir embora. Quando Allie quer ir, ela definitivamente quer ir. Ela é um pouco caseira. Eu nunca vi isso em uma criancinha.

Quando você se torna um cristão, você se torna um cidadão da sua verdadeira casa, o céu. Filipenses 3:20 nos diz: "A nossa cidadania, porém, está nos céus, de onde esperamos ansiosamente um Salvador, o Senhor Jesus Cristo."

Às vezes, vamos olhar para a vida e ela vai nos deixar frios. Vamos pensar então pensar: "Casa!" Mas o "Casa" que estamos realmente desejando é o nosso lar celestial.

E. M. Bounds escreveu: "O Céu deve encher o nossos corações e mãos, nossos modos e nossas conversas, nosso caráter e nossas características, que todos vejam que somos estrangeiros, estranhos a este mundo, nativos de um clima mais nobre, mais justo do que isso... O céu é a nossa terra natal e o nosso lar, e a morte para nós não é a hora da morte, mas a hora do nascimento."

Davi disse: "Diante de ti somos estrangeiros e forasteiros, como os nossos antepassados. Os nossos dias na terra são como uma sombra, sem esperança" (1 Crônicas 29:15).

O mundo não é o nosso lar, mas é o nosso local atual. E um dia, iremos para a nossa verdadeira casa.

quinta-feira, 3 de maio de 2018

Hora de Fechar

"E ouvi o altar responder: 'Sim, Senhor Deus todo-poderoso, verdadeiros e justos são os teus juízos'" (Apocalipse 16:7)

Em 1869, o químico francês Pierre Berthelot escreveu: "Dentro de cem anos de ciência química e ciência física, o homem saberá o que é o átomo. Minha crença é que, quando a ciência alcançar esse estágio, Deus descerá à terra com Seu grande molho de chaves e dirá à humanidade: 'Senhores, é hora de fechar.'"

É isso o que Deus de fato diz nos capítulos 15 e 16 do Apocalipse, que descreve uma época específica nos últimos três anos e meio do período da Tribulação. O Anticristo já terá surgido em cena. Ele haverá instalado sua nova economia global e terá suas forças armadas e sua religião mundialmente unificada.

A essa altura, as pessoas terão tomado a decisão de seguir Jesus Cristo e receber o selo do Espírito Santo, ou de receber o sinal da besta e ficar eternamente separadas de Deus. Uma vez recebido o sinal, não haverá volta. Então o julgamento de Deus recairá com toda a força sobre o Anticristo e sobre todos os que o tenham seguido. Não haverá mais o que dizer.

Infelizmente, haverá muitos que morrerão exatamente como viveram: endurecidos contra Deus. É por isso que o julgamento virá.

Os julgamentos de Deus nunca são arbitrários, involuntários, nem aleatórios. Deus é sempre específico no modo como Ele julga e no tempo em que Ele julga. Ele não tem prazer nisso. Na verdade, Ele diz: "não tenho prazer na morte dos ímpios, antes tenho prazer em que eles se desviem dos seus caminhos e vivam" (Ezequiel 33:11).

É verdade que Deus é amor, mas também é verdade que Ele é justo. É verdade que Deus perdoa, mas também é verdade que Deus é reto. Consequentemente, deve haver julgamento.

quarta-feira, 2 de maio de 2018

Bem Vestidos

"Pelo contrário, revistam-se do Senhor Jesus Cristo, e não fiquem premeditando como satisfazer os desejos da carne." (Romanos 13:14)

A maioria de nós presta pelo menos um pouco de atenção à própria aparência, e não há nada de errado nisso. Mas você já notou como algumas pessoas, em vez de usar uma roupa, são usadas por ela? Não deveríamos querer roupas assim. Quando vestimos nossas roupas, esperamos que elas façam o que fizermos e vão para onde vamos.

Essa é a ideia de Romanos 13:14, que diz para nos revestirmos do Senhor Jesus Cristo, e não ficarmos premeditando como satisfazer os desejos da carne. Isso se refere a uma repetição prática e quotidiana de revestir-se de Cristo. Nós O abraçamos continuamente.

Revestir-se do Senhor Jesus Cristo é fazer com que Ele seja parte de tudo o que fizermos. Ele vai com a gente para onde formos. Ele faz parte do nosso processo de tomar decisões. Ele é o Senhor de todos os dias de nossas vidas. Ele não é apenas Senhor do nosso domingo, mas de nossa segunda, terça, quarta, quinta, sexta-feira e sábado.

Ele é o Senhor de quando vamos à igreja. Ele é o Senhor de quando vamos ao cinema. Ele é o Senhor de quando saímos para jantar. Ele é o Senhor de quando vamos ao trabalho. Ele é o Senhor de quando saímos de férias. Ele é o Senhor de tudo. E se Ele não for o Senhor de tudo, então Ele não é Senhor de coisa alguma.

Gosto da paráfrase de J. B. Phillips sobre este versículo: "Sejamos seres humanos de Cristo da cabeça aos pés e não demos à carne chances de agir."

Revistamo-nos do Senhor Jesus Cristo - é nisso que precisamos focar. Vamos focar nossas energias em nos tornar como Jesus.

terça-feira, 1 de maio de 2018

Sem Lugar Para o Orgulho

"Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele. Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provém do Pai, mas do mundo" (1 João 2:15-16)

Algumas pessoas precisam sempre ser o centro das atenções, ser a estrela, ser melhor do que todo mundo.

Mas a Bíblia diz: "Comportemo-nos com decência, como quem age à luz do dia, não em orgias e bebedeiras, não em imoralidade sexual e depravação, não em desavença e inveja" (Romanos 13:13).

"Desavença" refere-se a contenda persistente, brigas, pequenos desacordos e inimizades. Isso reflete um espírito de competitividade que luta para ter seu próprio caminho, independentemente do custo para si ou para os outros. É realmente o desejo de prevalecer sobre outras pessoas. Esta é a pessoa que deseja o maior prestígio, a maior proeminência, o maior reconhecimento. É alguém que precisa ser o melhor.

A palavra "inveja" refere-se a alguém que não suporta ser superado e inveja o sucesso e a posição de outros. Está muito feliz com a maneira como as coisas estão indo até que alguém consiga algo que ele deseja. Há um ditado que diz que a inveja atira no outro e atingi a si mesma. No final, o único que se machuca é você. A pessoa que você inveja provavelmente nem sabe (e provavelmente não se importaria se soubesse).

Um pescador de siri foi perguntado uma vez por que não colocava uma tampa no balde que segurava os siris capturados da sua noite. Ele respondeu: "No momento em que um deles sai, os outros se levantam e o puxam para baixo novamente".

Nós fazemos a mesma coisa, não fazemos? Volte aqui com o resto de nós! Como se atreve a ter sucesso? Como se atreve a fazer o bem?

O apóstolo Paulo advertiu: "Mas se vocês se mordem e se devoram uns aos outros, cuidado para não se destruírem mutuamente" (Gálatas 5:15).

Como crentes, nossa competição é contra o mundo, a carne e o diabo (ver 1 João 2:15-16), não contra nossos companheiros cristãos.