terça-feira, 10 de abril de 2018

Pouco Tempo

"Portanto, celebrem, ó céus, e os que neles habitam! Mas, ai da terra e do mar, pois o diabo desceu até vocês! Ele está cheio de fúria, pois sabe que lhe resta pouco tempo." (Apocalipse 12:12)

Durante a Guerra da Coréia, os fuzileiros navais da Companhia Baker se encontravam isolados enquanto as forças inimigas avançavam. Durante várias horas, nenhuma palavra foi ouvida deles. Finalmente, apareceu um fraco sinal. Esforçando-se para ouvir cada palavra, o operador de rádio perguntou: "Você me ouve?"

"Esta é a Companhia Baker", veio a resposta.

"Qual a situação?"

"O inimigo está a leste de nós. O inimigo está a oeste de nós. O inimigo está ao sul de nós e ao norte de nós..." O soldado então deu uma pausa e continuou: "E não vamos deixá-los escapar dessa vez!"

Essa é a atitude que devemos ter quando o diabo parece estar nos atingindo por todos os lados. Como o teólogo John Phillips comentou: "Satanás agora é como um leão enjaulado, enfurecido pelas limitações colocadas sobre a sua liberdade. Ele se levanta do pó da terra, sacode seus punhos no céu e olha ao redor, sufocando com fúria maneiras de desabafar o ódio e o desgosto pela humanidade".

O diabo não quer que você saiba que ele está condenado. Apocalipse 12:12 nos diz: "O diabo veio até você, tendo grande ira, porque ele sabe que ele tem pouco tempo." A frase para "grande ira" refere-se a uma explosão violenta de raiva. Ele retrata uma fúria emocional turbulenta ao invés de raiva racional.

Mesmo que alguns não acreditem, o diabo sabe que Jesus Cristo voltará em breve. Até então, o seu objetivo é causar o maior estrago quanto puder.

Às vezes, parece que em todos os lugares há um ataque. Há tentação. Há um problema. Mas ouça: Deus nos dará força para seguir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário