sexta-feira, 20 de abril de 2018

O Coração de Deus para o Perdido

"Havia em Cesaréia um homem chamado Cornélio, centurião do regimento conhecido como Italiano. Ele e toda a sua família eram piedosos e tementes a Deus; dava muitas esmolas ao povo e orava continuamente a Deus." (Atos 10:1-2)

Em Atos 10, somos apresentados a Cornélio, um centurião romano que morava em Cesareia. Como militar, ele jurava lealdade a César não apenas como seu líder, mas também como sua divindade, o que era necessário aos militares da época. Mas Cornélio não seguiu o caminho de outros romanos. Ele estava exposto à fé do povo judeu e foi atraído por ela. Então Cornélio começou a chamar não aos deuses de Roma, mas ao único Deus, de Abraão, Isaque e Jacó. Ele queria conhecer esse Deus.

Deus ouviu as orações desse pagão e lhe enviou um anjo, que disse a Cornélio que ele precisava conversar com alguém chamado Simão Pedro. Então o Senhor dirigiu Simão Pedro para ir à casa de Cornélio e compartilhar o evangelho com ele, o que Pedro fez. O resultado foi que Cornélio passou a acreditar.

Como já disse antes, haverá surpresas quando chegarmos ao Céu. Uma delas será que algumas das pessoas que pensamos que não estariam lá, na verdade estarão.

O evangelho é de alcance universal. Não é para um grupo ou uma raça ou uma nação. É para todos. É por isso que Jesus nos diz: "Vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas" (Marcos 16:15). 

C. S. Lewis disse: "No fim das contas, há apenas dois tipos de pessoas: aquelas que dizem a Deus: 'Seja feita a tua vontade', e aquelas a quem Deus diz: 'Seja feita a tua vontade'." 

Deus quer salvar as pessoas. É de Seu coração levar as pessoas à fé. Ele vai mais além do que simplesmente alcançá-las.

Nenhum comentário:

Postar um comentário