sexta-feira, 20 de abril de 2018

O Coração de Deus para o Perdido

"Havia em Cesaréia um homem chamado Cornélio, centurião do regimento conhecido como Italiano. Ele e toda a sua família eram piedosos e tementes a Deus; dava muitas esmolas ao povo e orava continuamente a Deus." (Atos 10:1-2)

Em Atos 10, somos apresentados a Cornélio, um centurião romano que morava em Cesareia. Como militar, ele jurava lealdade a César não apenas como seu líder, mas também como sua divindade, o que era necessário aos militares da época. Mas Cornélio não seguiu o caminho de outros romanos. Ele estava exposto à fé do povo judeu e foi atraído por ela. Então Cornélio começou a chamar não aos deuses de Roma, mas ao único Deus, de Abraão, Isaque e Jacó. Ele queria conhecer esse Deus.

Deus ouviu as orações desse pagão e lhe enviou um anjo, que disse a Cornélio que ele precisava conversar com alguém chamado Simão Pedro. Então o Senhor dirigiu Simão Pedro para ir à casa de Cornélio e compartilhar o evangelho com ele, o que Pedro fez. O resultado foi que Cornélio passou a acreditar.

Como já disse antes, haverá surpresas quando chegarmos ao Céu. Uma delas será que algumas das pessoas que pensamos que não estariam lá, na verdade estarão.

O evangelho é de alcance universal. Não é para um grupo ou uma raça ou uma nação. É para todos. É por isso que Jesus nos diz: "Vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas" (Marcos 16:15). 

C. S. Lewis disse: "No fim das contas, há apenas dois tipos de pessoas: aquelas que dizem a Deus: 'Seja feita a tua vontade', e aquelas a quem Deus diz: 'Seja feita a tua vontade'." 

Deus quer salvar as pessoas. É de Seu coração levar as pessoas à fé. Ele vai mais além do que simplesmente alcançá-las.

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Gravado em Nossos Corações

"Portanto, a ira de Deus é revelada do céu contra toda impiedade e injustiça dos homens que suprimem a verdade pela injustiça" (Romanos 1:18)

Todos nascemos com o senso de certo e errado. Antes que as crianças possam falar, elas têm esse senso. Você pode observar. Elas verificam se podem pegar alguma coisa, e quando você diz a elas que não, elas o fazem mesmo assim.

O certo e o errado estão em nossa natureza humana. Existe uma consciência humana. Romanos 1:18 diz: "Portanto, a ira de Deus é revelada do céu contra toda impiedade e injustiça dos homens que suprimem a verdade pela injustiça."

Alguns alegam viver através de seus próprios padrões, mas eu argumentarei que não. Eles sabem o que é certo e o que é errado. E quebram os seus próprios padrões humanos. Vemos em Romanos 2:12: "Todo aquele que pecar sem a lei, sem a lei também perecerá, e todo aquele que pecar sob a lei, pela lei será julgado."

Em nossos corações sabemos exatamente o que é errado. As leis de Deus estão escritas dentro deles. Nossa própria consciência nos acusa ou nos desculpa. E Deus nos julgará de acordo com a luz que recebemos.

Saiba isso: Deus quer nos salvar ainda mais do que queremos ser salvos. Jesus disse: "Pois o Filho do homem veio buscar e salvar o que estava perdido" (Lucas 19:10).

Davi disse a seu filho Salomão: "reconheça o Deus de seu pai, e sirva-o de todo o coração e espontaneamente, pois o Senhor sonda todos os corações e conhece a motivação dos pensamentos. Se você o buscar, o encontrará, mas, se você o abandonar, ele o rejeitará para sempre" (1 Crônicas 28:9).

Se você buscar verdadeiramente, encontrará o caminho para Jesus Cristo.

quarta-feira, 18 de abril de 2018

O Grande Projetista

"Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis" (Romanos 1:20)

Deus tem se revelado de diferentes maneiras para cada pessoa, em todos os lugares. Ele nos tem dado testemunho de sua própria criação. "Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas [...]" (Romanos 1:20)

Dizer que todas as belezas da criação de Deus surgiram ao acaso é ridículo. A pessoa que acredita que a vida surgiu por acaso faz a escolha de acreditar nisso. Acredito que essas pessoas fazem essa escolha pois não há espaço para Deus em suas vidas. Se há um criador, também há um Deus. Se há um Deus, também há um juiz. Se há um julgamento, tais pessoas terão que testemunhar um dia. Então, elas precisarão tentar achar um jeito de deixar Deus fora do script.

Mas acho que nós sabemos, intuitivamente, que há um grande projetista por trás de tudo isso. Olhar para esse mundo e dizer que as coisas surgiram simplesmente por acaso beira o absurdo. Seria o mesmo que dizer que o avião 747 não resultou do esforço de inúmeros engenheiros, designers e pessoas que trabalharam no Boeing, mas surgiu porque um tornado varreu um ferro-velho e, depois de então, lá estava um 747, prontinho, em toda a sua glória. 

Algumas pessoas vão olhar para algo tão intrigante e surpreendente como o corpo humano e a criação ao nosso redor e dizer que tudo aconteceu aleatoriamente. A bíblia diz: "Diz o tolo em seu coração: 'Deus não existe!' Corromperam-se e cometeram injustiças detestáveis; não há ninguém que faça o bem" (Salmo 53:1).

Deus nos tem dado provas da Sua criação.

terça-feira, 17 de abril de 2018

Jesus de Cada Dia

"Vocês serão meus amigos, se fizerem o que eu lhes ordeno" (João 15:14)

Jesus quer que O sigamos não importa aonde Ele nos conduza. Mas às vezes pode ser que não queiramos segui-Lo. Podemos às vezes não gostar de onde Ele vai. Ainda assim, devemos segui-Lo.

Jesus disse: "Vocês serão meus amigos, se fizerem o que eu lhes ordeno" (João 15:14). Não nos cabe pegar e escolher as coisas da Bíblia de que gostamos e com as quais concordamos e rejeitar aquelas de que não gostamos e discordarmos. Seguir Jesus é um pacote fechado. Quando Jesus disse a Mateus: "Siga-me" (Mateus 9:9), a palavra "siga" pode ser traduzida como "ande na mesma estrada". Ela também inclui a ideia de fazer isso continuamente, e é um imperativo implícito. Então as palavras de Jesus podem ser parafraseadas como: "Determino que você Me siga todos os dias."

Ele não quer ser só nosso Jesus de domingo. Ele quer ser nosso Jesus de segunda-feira. E de terça-feira. E de quarta, quinta, sexta e sábado.

Num determinado dia, estaremos andando com Deus na terra e no seguinte andaremos com Ele no Céu. Um dia começaremos a nossa jornada neste planeta e no seguinte acordaremos no Céu. Isso aconteceu com Enoque. A Bíblia diz que "Enoque andou com Deus; e já não foi encontrado, pois Deus o havia arrebatado" (Gênesis 5:24).

Posso até imaginar o Senhor lhe dizendo um dia: "Vamos dar uma caminhada, Enoque." Pode ser que depois de terem caminhado um pouco Deus tenha dito: "Minha casa está mais perto do que a sua. Por que hoje você não vai para lá?" De modo que Enoque começou numa margem e acabou na outra.

Você tem andado com o Senhor a cada dia? Está pronto para encontrá-Lo?

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Sair Para Uma "Papeada"

"Então Jesus disse aos seus discípulos: 'Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me'." (Mateus 16:24)

Às vezes acho que hoje em dia, Jesus tem um monte de "seguidores tipo Twitter". Seguidores que sabem quando alguém diz algo.

É assim que muitos de nós somos com Cristo: "Sou um seguidor de Jesus... Ele twittou hoje?"

Mas seguir a Cristo é mais que isso. Jesus disse a Mateus: "Siga-me" (Mateus 9:9). Mateus não era cristão na época. Ele era coletor de impostos, trabalhando para Roma. Mas Jesus foi até ele, olhou para ele e disse: "Siga-me". Mateus deixou a mesa de coleta e começou a seguir a Cristo.

"Siga-me" também poderia ser traduzido como "Siga comigo" - não siga atrás de Mim, mas siga comigo. Em outras palavras, "vamos dar uma volta juntos".

Outro dia eu fui passear com minha esposa, Cathe. Saí pela porta e ela me pediu para ir mais devagar e esperar por ela. Esse não é o jeito que um marido deve andar com sua esposa, tampouco essa é a maneira de andar com o Senhor. Não devemos andar a frente d'Ele.

Ser um seguidor de Jesus significa que Ele anda conosco. Nós nunca estamos sós.

Às vezes Cathe vai dar uma volta com suas amigas. Quando ela me diz que vai passear com certas amigas, eu digo: "Você está indo para uma 'papeada', não para uma caminhada". Não tem nada a ver com caminhar, e ela acaba admitindo.

O Senhor quer ter em uma "papeada" com você, não apenas uma caminhada. Não se trata de ir rápido. Trata-se de companheirismo e companhia.

sexta-feira, 13 de abril de 2018

Impossível Enganar a Deus

"Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós" (1 João 1:8)

Considero que a palavra "hipócrita" seja frequentemente mal empregada. Por exemplo, se você estiver martelando algo e, de repente, sem querer acertar a unha do dedão, você pode gritar um palavrão que não deveria. E se um não-cristão te ouvir, ele pode chamá-lo de hipócrita. Mas você é realmente um hipócrita?

Acho que não. Acho que você é humano.

Não estou desculpando o pecado. Estou apenas explicando-o. Somos todos pecadores. E os cristãos ainda pecam, infelizmente. A Bíblia diz: "Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça." (1 João 1:8-9).

É apenas uma questão de tempo até falharmos de alguma maneira. Diremos a coisa errada. Não faremos a coisa certa. Mas isso não nos torna hipócritas. Isso só nos torna falhos.

Um hipócrita é diferente. Originalmente, a palavra "hipócrita" significava simplesmente "ator". Nos dramas da Grécia antiga, um ator segurava uma máscara na frente do rosto enquanto retratava um personagem. Quando a máscara estava na frente de seu rosto, ele era o hipócrita. Não era uma palavra negativa.

Chamar alguém de hipócrita hoje, no entanto, é uma crítica - até um insulto.

Judas era um hipócrita. Ele fingiu ser algo que não era. Somos hipócritas quando agimos como se fôssemos cristãos e não somos. Podemos até enganar algumas pessoas continuamente, mas jamais vamos enganar a Deus, sequer por um instante.

quinta-feira, 12 de abril de 2018

Venceremos no Final

"Mas a besta foi presa, e com ela o falso profeta que havia realizado os sinais miraculosos em nome dela, com os quais ele havia enganado os que receberam a marca da besta e adoraram a imagem dela. Os dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre." (Apocalipse 19:20)

Há alguns anos o historiador Arnold Toynbee disse: "Com a humanidade cada vez mais produzindo armas letais e, ao mesmo tempo, tornando a economia mundial cada vez mais interdependente, a tecnologia tem levado o mundo a tal grau de angústia que estamos preparados para receber qualquer novo líder que prometa resolver o problema da paz mundial."

O comentário do historiador se encaixa no cenário Bíblico. "Receber um novo líder" é algo que acontecerá no futuro. As coisas já estão maduras para que tal homem surja no cenário mundial. Esse líder fará o que nenhum outro homem conseguiu fazer: trazer a paz mundial. Ele será tão bem sucedido que será saudado como o maior pacificador que já viveu. Mas por trás de tudo isso estará a mais maligna pessoa que já caminhou sobre a terra.

Mas por que associar isso ao Anticristo? Uma razão seria que mais de 100 passagens nas Escrituras detalham a origem, nacionalidade, carreira, caráter, reino e destino final do Anticristo. Ele é debatido em profundidade nos livros de Apocalipse e Daniel. Ele é também referenciado em 2 Tessalonicenses e 1 João. O volume de informações nas escrituras sobre o Anticristo é suficiente para nos motivar a entender quem ele é e o que fará.

Mas penso que há uma outra razão do por quê devemos saber a respeito dele. À medida que lemos as Escrituras e o vemos reinando, e vemos o mal predominando em nossa sociedade, poderíamos simplesmente entender que tudo irá piorar ainda mais até que acabe. E, à medida que lemos a narrativa presente em Apocalipse, vemos o Anticristo derrotado. Vemos o que o mal será superado. E somos lembrados que venceremos no final.
Link para o texto original

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Portas de Oportunidade

"Chegando ali, reuniram a igreja e relataram tudo o que Deus tinha feito por meio deles e como abrira a porta da fé aos gentios." (Atos 14:27

Os crentes do primeiro século na igreja da Filadélfia viveram sob o domínio romano. Os romanos estabeleceram o que era conhecido como Pax Romana, que efetivamente era uma paz forçada. Havia uma ausência de guerra, e Roma adotou muitas das ideias, filosofias e crenças religiosas dos gregos. As pessoas estavam experimentando essas coisas, e havia uma sensação de busca entre muitos.

Os romanos também estabeleceram o grego como a língua oficial do império. Eles também construíram um excelente sistema rodoviário. Então, com essa linguagem comum e acesso à maior parte do mundo, a igreja se prontificou a espalhar a mensagem do evangelho. Era a época certa.

Agora vamos pensar sobre os nossos dias. De muitas maneiras, a tecnologia moderna criou uma aldeia global. A televisão, a internet e a comunicação de massa fizeram do mundo um lugar muito menor. Li recentemente que entre 70 e 80 por cento da população mundial agora tem um smartphone. Podemos nos comunicar de maneiras que jamais poderíamos antes. De certo modo, temos uma linguagem cultural comum.

Às vezes, em nossas vidas, pensamos apenas no quanto podemos obter do nosso estudo da Palavra de Deus e quanto podemos ser abençoados na igreja. Está bem. Mas lembre-se de que somos abençoados por ser uma benção. Se estamos apenas acumulando o que Deus nos deu e não estamos dando, então estamos perdendo o objetivo central.

Como certa vez alguém disse: "A menos que a fé de um homem o salve do egoísmo em serviço, ela certamente nunca o salvará do inferno nas regiões celestiais."

Há portas que abriram em nossas vidas hoje. Cuide delas. Aquela pessoa que estava fechada para o evangelho no ano passado pode estar aberta a ele nesse ano. Ore por essas portas de oportunidade.
Link para o texto original

terça-feira, 10 de abril de 2018

Pouco Tempo

"Portanto, celebrem, ó céus, e os que neles habitam! Mas, ai da terra e do mar, pois o diabo desceu até vocês! Ele está cheio de fúria, pois sabe que lhe resta pouco tempo." (Apocalipse 12:12)

Durante a Guerra da Coréia, os fuzileiros navais da Companhia Baker se encontravam isolados enquanto as forças inimigas avançavam. Durante várias horas, nenhuma palavra foi ouvida deles. Finalmente, apareceu um fraco sinal. Esforçando-se para ouvir cada palavra, o operador de rádio perguntou: "Você me ouve?"

"Esta é a Companhia Baker", veio a resposta.

"Qual a situação?"

"O inimigo está a leste de nós. O inimigo está a oeste de nós. O inimigo está ao sul de nós e ao norte de nós..." O soldado então deu uma pausa e continuou: "E não vamos deixá-los escapar dessa vez!"

Essa é a atitude que devemos ter quando o diabo parece estar nos atingindo por todos os lados. Como o teólogo John Phillips comentou: "Satanás agora é como um leão enjaulado, enfurecido pelas limitações colocadas sobre a sua liberdade. Ele se levanta do pó da terra, sacode seus punhos no céu e olha ao redor, sufocando com fúria maneiras de desabafar o ódio e o desgosto pela humanidade".

O diabo não quer que você saiba que ele está condenado. Apocalipse 12:12 nos diz: "O diabo veio até você, tendo grande ira, porque ele sabe que ele tem pouco tempo." A frase para "grande ira" refere-se a uma explosão violenta de raiva. Ele retrata uma fúria emocional turbulenta ao invés de raiva racional.

Mesmo que alguns não acreditem, o diabo sabe que Jesus Cristo voltará em breve. Até então, o seu objetivo é causar o maior estrago quanto puder.

Às vezes, parece que em todos os lugares há um ataque. Há tentação. Há um problema. Mas ouça: Deus nos dará força para seguir.

segunda-feira, 9 de abril de 2018

Um Problema Disseminado

"O que furtava não furte mais; antes trabalhe, fazendo algo de útil com as mãos, para que tenha o que repartir com quem estiver em necessidade." (Efésios 4:28)

Roubar é um problema geral na nossa sociedade hoje em dia. Dentre aqueles que sabem que roubar é errado, é interessante pensar sobre o porque eles acham que isso é errado. Um estudo foi realizado com pessoas que roubaram ou pensaram em roubar e a pergunta feita foi: "Porque você não rouba?" A resposta que ficou em primeiro lugar foi: "Porque eu posso ser pego." Em segundo lugar foi: "A vítima pode revidar", e a número terceiro: "Eu posso não precisar do objeto."

Que tal essa resposta: Deus diz que é pecado?

Eis o que a Bíblia fala a respeito disso: "O que furtava não furte mais; antes trabalhe, fazendo algo de útil com as mãos, para que tenha o que repartir com quem estiver em necessidade." (Efésios 4:28). 

"Não furte mais". É simples. Não roube. Se você roubou, pare. Se você pegou algo de alguém, devolva. Não apenas confesse o seu pecado e depois fique com o que roubou. Devolva. Isso se chama restituir. 

"Antes trabalhe, fazendo algo de útil com as mãos..." Faça algo útil. Deus quer que você saia, seja responsável e trabalhe para o seu sustento. A bíblia diz que aquele que não trabalha não deveria comer (veja 2 Tessalonicenses 3:10). Notícia chocante: O mundo não lhe deve o seu sustento, o governo não lhe deve o seu sustento. Seja responsável e trabalhe, se puder. 

"Para que tenha o que repartir com quem estiver em necessidade..." Compartilhe o que você tem com os necessitados. Quando você trabalha duro e guarda dinheiro, você consegue ajudar os outros. 

"Não furtarás" - Esse é um dos dez mandamentos. Não pegue coisas que não lhe pertencem. 

Não pegue aquilo que não lhe pertence. Trabalhe duro para ajudar quem precisa.

sexta-feira, 6 de abril de 2018

O Último Inimigo

"O último inimigo a ser destruído é a morte." (1 Coríntios 15:26)

Quando alguém perde um ente querido, há um espaço para o luto. A profundidade da nossa tristeza é uma indicação da profundidade do nosso amor. Mas também há um espaço para se alegrar se a pessoa amada for cristã, porque sabemos que a iremos ver novamente.

Mesmo Jesus chorou no túmulo de Lázaro quando viu o poder devastador da morte. A morte é um inimigo, e 1 Coríntios 15:26 nos diz: "O último inimigo a ser destruído é a morte."

Ninguém quer morrer. Ninguém aguarda a morte com ansiedade. Mas todos nós morreremos, e queremos colocar a nossa fé em Cristo antes de entrarmos na eternidade. No entanto, há algo que precisamos lembrar sobre o Céu.

Paulo, o apóstolo, quando foi ao Céu e voltou para a terra, tentou colocar sua experiência em palavras. Ele conseguiu encontrar apenas uma palavra que o ajudasse a descrever isso, e essa foi "paraíso" (ver 2 Coríntios 12:4). É uma palavra grega interessante que na realidade se refere ao jardim real de um rei. Pense sobre o jardim mais bonito que você já viu ou a vista mais incrível que já tenha observado. Essa foi a descrição do Céu que Paulo deu. Ele estava dizendo: "Não tenho as palavras certas, mas foi como um paraíso."

Como o pastor Adrian Rogers disse: "O Deus que esculpiu as asas da borboleta, misturou os tons de cores do arco-íris e pintou os campos com flores amarelas é o mesmo que fez o Paraíso."

No Céu, todas as perguntas estarão respondidas, todas as lágrimas secas e toda a dor desaparecida. O Céu é puro êxtase. É por isso que Paulo disse que anseava estar lá. O céu é, de longe, muito melhor que a terra.

quinta-feira, 5 de abril de 2018

Uma Canção Nova

"Ouvi um som do céu como o de muitas águas e de um forte trovão. Era como o de harpistas tocando suas harpas. Eles cantavam um cântico novo diante do trono [...]" (Apocalipse 14:2-3)

Às vezes vemos o Céu representado como um lugar onde as pessoas ficam sentadas em nuvens, cada uma tocando sua harpa, entediada. Embora seja verdade que haverá harpas no Céu, nem todo mundo as tocará. Em Apocalipse 14:2, o apóstolo João estava descrevendo um instrumento de cordas. Era um ponto de referência para ele: "Ouvi um som do céu como o de muitas águas e de um forte trovão. Era como o de harpistas tocando suas harpas."

Talvez pudéssemos atualizar esta cena do Céu dizendo que havia um monte de guitarristas reverberando suas guitarras elétricas. A questão é que não é chato; é a celebração de uma canção nova sendo cantada.

Cada fiel deveria ter uma canção nova. O salmista Davi escreveu: "Ele me tirou de um poço de destruição, de um atoleiro de lama; pôs os meus pés sobre uma rocha e firmou-me num local seguro. Pôs um novo cântico na minha boca, um hino de louvor ao nosso Deus. Muitos verão isso e temerão, e confiarão no Senhor" (Salmo 40:2-3).

Se você pôs sua confiança em Cristo, se você foi tirado de um lago de desespero, você tem uma canção nova. Sabia disso? Não precisa ser literalmente uma canção. Você não precisa sair cantando: "Eu era um descrente... mas agora sou crentre..." A ideia, em vez disso, é ter uma mensagem nova.

Então pare de cantar a canção velha. Cante a canção nova. Deixe os outros saberem o que Cristo fez por você. É isso que fazem aqueles fiéis no Céu. E é o que devemos fazer.

quarta-feira, 4 de abril de 2018

O Selo de Propriedade

"Nele, quando vocês ouviram e creram na palavra da verdade, o evangelho que os salvou, vocês foram selados com o Espírito Santo da promessa [...]" (Efésios 1:13)

Viajar de avião hoje exige que você primeiro passe pela segurança do aeroporto e apresente sua identificação antes de embarcar. E quando os agentes do aeroporto pegam uma pequena luz misteriosa e a apontam  para o seu passaporte, eles o estão autenticando. Eles estão se certificando de que tudo é legítimo. Com essa pequena luz, eles podem encontrar uma marca que não é visível para você. Mas eles podem vê-la com aquela luz que els dispõem.

Há uma marca nos cristãos que Deus pode ver. Ele sabe quem pertence a Ele. Mas durante o período da Tribulação, também haverá uma marca nas pessoas do Anticristo (ver Apocalipse 13:16-18).

Quando Cristo entra em nossas vidas, somos selados com o Espírito Santo. A Bíblia diz: "Nele, quando vocês ouviram e creram na palavra da verdade, o evangelho que os salvou, vocês foram selados com o Espírito Santo da promessa, que é a garantia da nossa herança até a redenção daqueles que pertencem a Deus, para o louvor da sua glória" (Efésios 1:13-14).

Antigamente, quando um rei enviava uma carta, ele a selava. O selo de seu anel, impresso em cera, significava essencialmente: "Isso pertence ao rei. Não faça mal uso disso."

Como cristão, você pertence ao Rei. Ele te selou. Ele te marcou. Você tem a etiqueta de identificação Dele em você. Você é propriedade Dele.

Perguntaram a um senhor, conhecido por sua vida dedicada a Deus: "O que você faz quando é tentado?"

Ele disse: "Eu apenas olho para o céu e digo: 'Senhor, sua propriedade está em perigo'."

Você tem a marca de Deus? A etiqueta de identificação Dele está em você? Você pode orgulhosamente dizer que pertence a Ele?

terça-feira, 3 de abril de 2018

O Nome Acima de todos os Nomes

"Então olhei, e diante de mim estava o Cordeiro, de pé sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil que traziam escritos na testa o nome dele e o nome de seu Pai." (Apocalipse 14:1)

Minha mãe, que foi casada e divorciada sete vezes, me permitiu que eu escolhesse o meu próprio sobrenome.

- "Escolha o seu sobrenome", ela me disse um dia. "Quem você quer ser?"

Eu pensei sobre isso por um tempo e então escolhi o sobrenome Laurie. Pertenceu a Oscar Felix Laurie, um dos homens com quem minha mãe se casou. Ele foi o único pai que me tratou como um pai deveria tratar um filho. Embora ele não fosse meu pai biológico, em todos os sentidos ele se comportou como um pai em relação a mim e eu o amava e o respeitava. Então eu escolhi o seu sobrenome porque era um sobrenome acima de todos os outros com quem minha mãe estivera casada.

Apocalipse 14:1 fala dos crentes que durante a Tribulação têm a marca de Deus Pai e não a do Anticristo: "Então olhei, e diante de mim estava o Cordeiro, de pé sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil que traziam escritos na testa o nome dele e o nome de seu Pai."

O Cordeiro é Jesus, e o nome de Seu Pai está escrito na testa dos fiéis.

Filipenses 2: 9-10 nos diz: "Por isso Deus o exaltou à mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra."

Assim como eu pude escolher quem seria o meu pai escolhendo seu sobrenome, você também pode escolher o seu pai: "Vocês pertencem ao pai de vocês, o diabo, e querem realizar o desejo dele. Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele. Quando mente, fala a sua própria língua, pois é mentiroso e pai da mentira" (João 8:44).

Se você é esperto, escolherá o nome acima de todos os nomes, o do Senhor Jesus Cristo. É isso que esses crentes em Apocalipse 14 fizeram. E é isso o que devemos fazer também.

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Uma Decisão Individual

"Por essa razão Deus lhes envia um poder sedutor, a fim de que creiam na mentira, e sejam condenados todos os que não creram na verdade, mas tiveram prazer na injustiça." (2 Tessalonicenses 2:11-12)

Eu noto que muita gente rejeita a Cristo, mesmo sem saber o que Ele diz. Rejeitam a Bíblia sem lê-la, dizendo até que ela é cheia de contradições. Mas, quando perguntados sobre quais são tais contradições que os incomodam, eles nunca conseguem identificá-las. Isso acontece porque essas pessoas na verdade nunca leram a Bíblia. Elas se recusam a crer na verdade, crendo, ao contrário, na mentira.

O que é a mentira? Quando vier o período da Tribulação, a mentira será que o Anticristo é Deus, e as pessoas irão cair nessa. Então Deus irá confirmar as suas escolhas e lhes enviará "um poder sedutor, a fim de que creiam na mentira, e sejam condenados todos os que não creram na verdade, mas tiveram prazer na injustiça" (2 Tessalonicenses 2:11-12). Aqueles que rejeitarem a verdade de Deus e optarem pelo Anticristo, recusando a oferta de salvação de Deus, serão entregues às suas próprias decisões.

Por exemplo, o Faraó endureceu o seu coração, mesmo vendo milagre após milagre sendo feito por Deus através de Moisés e Arão. Mas quando lemos "o Senhor endureceu o coração do faraó" (Êxodo 9:12), não parece uma contradição? Não, é uma progressão. Inicialmente, o próprio Faraó endureceu o seu coração. E o fez de novo e de novo. Então, Deus somente aumentou isso ainda mais.

Deus nos deu o livre arbítrio. Ele não irá nos forçar a acreditar em algo que não queiramos acreditar. Ele virá até nós buscando nos convencer da verdade das Escrituras. O Espírito Santo irá trabalhar em nossos corações, mas podemos resistir a isso.

Se você endurecer o seu coração cada vez mais, chegará um dia em que Deus aumentará isso ainda mais.