segunda-feira, 12 de março de 2018

O Poder de Um Testemunho

"Eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do testemunho que deram; diante da morte, não amaram a própria vida." (Apocalipse 12:11)

Eu tenho dito com frequência que a melhor defesa é o ataque. Ao invés de apenas tentar manter o nosso espaço como cristãos, deveríamos ganhar espaço. Deveríamos progredir. Devemos dizer às outras pessoas a respeito de Cristo.

Quando você se identifica como cristão, essa é uma boa maneira de passar uma imagem de pessoa de confiança, mesmo aos ateus. Ao dizer em seu trabalho "sou cristão", ou a familiares ou vizinhos "sou seguidor de Jesus", você está se firmando nessa posição e eles passarão a lhe observar e a avaliar dali pra frente.

E, objetivamente, eles estarão avaliando o próprio Deus. Estarão pensando: "Então é assim que um cristão age. É assim que um cristão trata a sua esposa. É assim que trata o seu marido. Entendi. É assim que um cristão cria os seus filhos. É assim que faz isso e aquilo..." Eles estarão vigiando. E não tem nada pior do que ter o seu comportamento corrigido por um não-cristão, especialmente quando eles estiverem certos.

Você faz algo inconsistente e seu amigo não-cristão diz: "Achei que você fosse cristão". Isso já aconteceu com você?

"Bem, eu sou cristão, louvo a Deus!"

"Então por que você fez isso?"

Talvez você devesse apenas dizer que foi porque pecou e agradecer o alerta.

Quando um cristão estiver caminhando junto com Deus, ele vai querer dizer a outros sobre Cristo.

Todos têm um testemunho, que é simplesmente a sua história. Você não precisa passar por adversidades para ter um testemunho. O que as pessoas diriam de você? Você tem um testemunho. A questão é se é um testemunho bom ou não.
Link para o texto original

Nenhum comentário:

Postar um comentário