quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Diálogo, Não Monólogo!

"Para com os fracos tornei-me fraco, para ganhar os fracos. Tornei-me tudo para com todos, para de alguma forma salvar alguns" (1 Coríntios 9:22)

Nosso mundo hoje está cheio de pessoas religiosas, mas elas não usam essa palavra para se auto descrever. Elas usam uma palavra diferente: espiritualizada. Elas se descreverão como muito espiritualizadas e depois acrescentarão: "Mas eu não sou de uma religião específica e institucionalizada."

Declarações como essa podem se tornar um gancho para compartilhar o evangelho. Como crentes, podemos dizer: "Sério? Eu também sou uma pessoa espiritualizada. Na verdade, gosto muito de coisas espirituais e gostaria de falar com você sobre uma verdade espiritual realmente importante que descobri."

Isso não é comprometedor. É simplesmente usar uma linguagem compreensível para criar uma ponte com a qual você possa falar sobre o seu relacionamento com Jesus Cristo.

Quando o apóstolo Paulo se dirigiu aos homens de Atenas, ele "[...] levantou-se na reunião do Areópago e disse: 'Atenienses! Vejo que em todos os aspectos vocês são muito religiosos, pois, andando pela cidade, observei cuidadosamente seus objetos de culto e encontrei até um altar com esta inscrição: AO DEUS DESCONHECIDO. Ora, o que vocês adoram, apesar de não conhecerem, eu lhes anuncio'." (Atos 17:22-23

Paulo não disse: "Ei, o que vocês estão fazendo é legítimo". Ele simplesmente usou uma linguagem que eles entenderiam para se conectar com eles sobre a mensagem mais importante. Evangelismo é um diálogo, não um monólogo. Você faz uma pergunta, e eles lhe dão uma resposta. Então você responde ao que eles disseram. Eles dizem alguma coisa, e você diz alguma coisa.

Isso é o que Paulo estava falando quando disse: "Tornei-me tudo para com todos, para de alguma forma salvar alguns" (1 Coríntios 9:22). Uma das melhores maneiras de alcançar alguém é apenas escutar essa pessoa.

No entanto, nunca devemos reduzir nossos padrões para ampliar nosso alcance. Não comprometa sua mensagem, mas tente estabelecer um diálogo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário