terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Eternamente Bom

"Paulo e seus companheiros viajaram pela região da Frígia e da Galácia, tendo sido impedidos pelo Espírito Santo de pregar a palavra na província da Ásia." (Atos 16:6)

Deus é mais sábio do que eu e o que é bom agora pode não ser eternamente bom. E o que é eternamente bom nem sempre é bom agora; pode ser doloroso.

Às vezes, quando Deus diz não, dizemos que Deus não respondeu à nossa oração. Mas o que realmente queremos dizer é que não gostamos da resposta.

Dizemos: "Deus, você fará isso?" e Deus diz que não. Então, concluímos que Deus não nos ama. Mas é justamente porque Ele nos ama que disse não. Ele tem em mente um propósito diferente.

Encontramos um exemplo disso em Atos 16, onde Paulo estava preocupado com as igrejas da Ásia Menor e queria voltar a visitá-las para verificar o seu progresso. No entanto, houve um pequeno problema. Deus tinha um plano diferente. Embora Paulo tenha tentado de todas as formas ir para a Ásia, Deus basicamente disse não: "Quando chegaram (Paulo e Silas) à fronteira da Mísia, tentaram entrar na Bitínia, mas o Espírito de Jesus os impediu" (versículo 7).

O Espírito não os permitiu. Fico intrigado com essa afirmação e me pergunto como o Espírito Santo transmitiu essa verdade a eles. Era simplesmente uma falta de paz? Alguma vez você já esteve numa situação em que tudo parecia estar certo, mas em seu coração você teve a sensação de dúvida se aquilo era bom? Seja o que for, você não sabia se deveria realmente fazer aquilo.

E, às vezes, a maneira como Deus diz não é tão simples como uma porta fechada. Deus tem o Seu tempo. No caso de Paulo e Silas, o momento não era oportuno para eles irem aonde queriam ir. Deus queria que eles fossem para um lugar diferente. E o mesmo também pode ser verdade para você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário