quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Por Causa da Justiça

"Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, pois deles é o Reino dos céus" (Mateus 5:10)

Uma vez, John Wesley, o grande pregador, estava cavalgando sozinho em seu cavalo quando percebeu que três dias haviam se passado sem que ele, de algum modo, tivesse sido perseguido . Nenhum tijolo havia sido atirado em sua direção. Nenhum ovo o atingira. Então ele chegou a parar o seu cavalo e a dizer em voz alta: "Será que me desviei ou pequei?" Descendo do cavalo, ele ajoelhou-se num joelho só e pediu ao Senhor que lhe mostrasse se havia algo de errado com ele espiritualmente.

Um sujeito que não gostava de Wesley o viu ajoelhado orando, pegou um tijolo e jogou nele, errando por pouco o pregador. Quando Wesley viu o tijolo passar voando, disse: "Obrigado, Senhor! Sei que ainda tenho Tua presença."

Não era à toa que ele foi um pregador tão poderoso.

Você incomoda algumas pessoas pela sua mera presença e crença em Deus. Às vezes nem precisa dizer nada. Você é como uma luz forte, brilhando num lugar escuro. Jesus disse: "Se o mundo os odeia, tenham em mente que antes odiou a mim. Se vocês pertencessem ao mundo, ele os amaria como se fossem dele. Todavia, vocês não são do mundo, mas eu os escolhi, tirando-os do mundo; por isso o mundo os odeia" (João 15:18-19). Você vai ser tratado do mesmo modo como Jesus foi.

Jesus disse: "Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, pois deles é o Reino dos céus" (Mateus 5:10). Às vezes a perseguição se mostra como um tijolo em nossa direção, ou como agressão física, ou até com a morte. Outras vezes, se mostra como deboche, rejeição, ou com a perda do emprego ou de amigos. Se você está vive uma vida santa, vai sofrer perseguição.
Link para o texto original

Nenhum comentário:

Postar um comentário