sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Uma Questão de Escolha

"Então Ananias foi, entrou na casa, impôs as mãos sobre Saulo e disse: 'Irmão Saulo, o Senhor Jesus, que lhe apareceu no caminho por onde você vinha, enviou-me para que você volte a ver e seja cheio do Espírito Santo'." (Atos 9:17)

Depois de ouvir a voz de Jesus no caminho de Damasco, Saulo (que depois se tornou Paulo) ficou cego. Ele foi levado à casa de um homem chamado Judas em Damasco, e ele não tinha ideia do que aconteceria a seguir.

Ananias foi um herói desconhecido. Deus apareceu a ele numa visão e disse: "Vá à casa de Judas, na rua chamada Direita, e pergunte por um homem de Tarso chamado Saulo. Ele está orando; numa visão viu um homem chamado Ananias chegar e impor-lhe as mãos para que voltasse a ver." (Atos 9: 11-12).

Mas Ananias disse: "Senhor, tenho ouvido muita coisa a respeito desse homem e de todo o mal que ele tem feito aos teus santos em Jerusalém." (verso 13).

Posso entender a relutância de Ananias. A ideia de que Saulo se tornou cristão nem sequer seria crível ou plausível.

No entanto, Deus não ficou imóvel com o protesto de Ananias. Ele disse: "Vá! Este homem é meu instrumento escolhido para levar o meu nome perante os gentios e seus reis, e perante o povo de Israel" (versículo 15).

Então Ananias obedeceu, e Saulo recebeu sua visão. Tudo aconteceu exatamente como Deus disse que seria.

Às vezes, Deus pedirá que façamos algo que poderemos relutar em fazer. Mas temos uma escolha em questão. Podemos não obedecer a Deus. Quando Deus disse a Jonas para ir a Nínive e pregar para eles, ele foi para a direção oposta. E depois Jonas acabou fazendo o que Deus queria que ele fizesse.

Você pode ser um Jonas, ou pode ser um Ananias. Você pode dizer não, ou pode dizer sim.

O homem tem sua vontade, mas Deus terá sempre o Seu jeito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário