quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Lembre-se de Deus

"Mas, lembrem-se do Senhor, do seu Deus, pois é ele que lhes dá a capacidade de produzir riqueza, confirmando a aliança que jurou aos seus antepassados, conforme hoje se vê."
(Deuteronômio 8:18)

Por que Deus permite o sofrimento em nossas vidas? Por que Ele nos permite experimentar a adversidade?

Creio que um motivo seja para nos manter humildes. Prosperidade e sucesso às vezes nos tornam orgulhosos e autossuficientes. Pensamos que não precisamos de Deus porque temos nosso salário, nossos investimentos, nossa saúde, nossa família e um ministério bem sucedido.

Mas quando as economias se vão ou o mercado de ações quebra, ou a nossa casa queima, nós nos voltamos para Deus e somos lembrados do que realmente importa.

Antes dos israelitas entrarem na Terra Prometida, Deus os advertiu: "Tenham o cuidado de não se esquecer do Senhor, do seu Deus, deixando de obedecer aos seus mandamentos, às suas ordenanças e aos seus decretos que hoje lhes ordeno. Não aconteça que, depois de terem comido até ficarem satisfeitos, de terem construído boas casas e nelas morado, de aumentarem os seus rebanhos, a sua prata e o seu ouro, e todos os seus bens, o seu coração fique orgulhoso e vocês se esqueçam do Senhor, do seu Deus [...]" (Deuteronômio 8:11-14).

Acho que devemos orar pelo sucesso no que fazemos, mas também acho correto dizer: "Senhor, seja feita a Tua vontade." Às vezes Deus não nos permite ser bem-sucedidos em nossos esforços.

É melhor falhar e se voltar para Deus do que ter sucesso e esquecê-lo. Isso não significa que sempre devemos falhar. Mas a porta do sucesso muitas vezes está depois de um corredor de fracasso. E o fracasso tem seu lugar, porque faz parte de um processo de aprendizagem.

Às vezes, Deus pode nos permitir falhar ou experimentar dificuldades para que confiemos n'Ele.
Link para o texto original

Nenhum comentário:

Postar um comentário