terça-feira, 22 de agosto de 2017

Fazendo o Nosso Trabalho

"Assim também vocês, quando tiverem feito tudo o que lhes for ordenado, devem dizer: ‘Somos servos inúteis; apenas cumprimos o nosso dever’" (Lucas 17:10)

Às vezes as pessoas se aproximam de mim e expressam o seu apreço pelo que eu faço. Agradeço-lhes por isso, mas também digo-lhes: "Sabe, estou apenas cumprindo o meu dever. Não mereço crédito extra ou aplausos especiais. Estou apenas fazendo o que devo fazer como cristão, porque um dia estaremos diante de Deus e seremos responsáveis ​​por quão fiéis fomos com o que Deus nos deu."

Jesus deu o exemplo de um homem cujos empregados contratados fizeram o trabalho conforme o esperado. Jesus perguntou: "Será que ele agradecerá ao servo por ter feito o que lhe foi ordenado? Assim também vocês, quando tiverem feito tudo o que lhes for ordenado, devem dizer: ‘Somos servos inúteis; apenas cumprimos o nosso dever’" (Lucas 17:9-10).

Éramos como escravos num mercado e então Jesus veio, viu-nos no leilão e pagou o maior lance. Agora somos servos d'Ele. Ele nos possui. A Bíblia diz: "Vocês foram comprados por alto preço. Portanto, glorifiquem a Deus com o corpo de vocês" (1 Coríntios 6:10).

Somos propriedade adquirida de Jesus Cristo. Consequentemente nos tornamos servos. O apóstolo Paulo chamou a si mesmo de servo do Senhor Jesus Cristo (ver Romanos 1:1). Um servo era alguém que foi comprado, mas que depois passou a servir voluntariamente o seu mestre. Ele fez isso porque queria, não porque tinha que fazer.

Tudo o que temos pertence a Deus. Nossas famílias pertencem a Deus. Nossas carreiras pertencem a Deus. Nossos bens pertencem a Deus. Tudo é d'Ele. E devemos lembrar disso em tudo o que dizemos e fazemos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário