quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Criando Um Monstro

"Mas a que vive para os prazeres, ainda que esteja viva, está morta." (1 Timóteo 5:6)

Se vivemos por prazer, nunca o encontraremos. O fato é que viver por prazer é uma das coisas menos prazerosas que uma pessoa pode fazer. Foi dito que a melhor cura para o hedonismo é a tentativa de praticá-lo. Se você já viveu puramente pelo prazer, descobriu que isso é verdade. A Bíblia diz que "a que vive para os prazeres, ainda que esteja viva, está morta" (1 Timóteo 5:6).

Alguém que vivia dessa maneira era Freddie Mercury, o vocalista da banda de rock Queen. Queen vendeu mais de 150 milhões de discos, e algumas estimativas chegam a 300 milhões. A banda estava inundada em dinheiro, fama e fortuna, e Mercury gastou essencialmente a sua vida na busca pelo prazer. Um de seus amigos disse que os seus apetites eram insaciáveis. Mercury não se negava a nada de forma sexual ou material, mas isso não se tornou algo bom para ele. E no geral nunca se torna.

Ele percebeu que, em sua tentativa de ser uma estrela, um monstro de sua própria criação havia surgido. Referindo-se ao seu desejo de sucesso, fama, dinheiro, sexo e drogas, ele foi citado dizendo: "Eu criei um monstro... Estou começando a me preocupar que não posso controlá-lo tanto quanto ele me controla." Mercury morreu em 1991 aos 45 anos devido a complicações decorrentes da AIDS.

Quando Deus viu problemas no coração de Caim, ele advertiu: "Se você fizer o bem, não será aceito? Mas se não o fizer, saiba que o pecado o ameaça à porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo" (Gênesis 4:7).

O pecado é como uma fera agachada, pronta para atacar, para controlar. E se você viver por prazer, essa fera assumirá o controle.

Nenhum comentário:

Postar um comentário