quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Como a Igreja Morre

"Conheço as suas obras, o seu amor, a sua fé, o seu serviço e a sua perseverança, e sei que você está fazendo mais agora do que no princípio." (Apocalipse 2:19)

Ruth Graham disse uma vez: "Chato é aquele que, quando perguntado como está, ele realmente vai te contar."

Algumas pessoas adoram falar sobre as suas últimas aflições, as suas dores e o que há de errado com elas. Não sou uma dessas pessoas. Eu sou o tipo de pessoa que não quer ir ao médico. Não quero admitir que estou doente. Mas, às vezes, quando os sintomas ficam muito fortes, preciso ir. Preciso descobrir o que está errado.

Em Apocalipse 2, Jesus dirigiu-se a uma igreja espiritualmente muito doente em um lugar chamado Tiatira. O que é incrível sobre esta igreja é que eles começaram bem, mas então entraram em declínio. Mas antes de corrigi-los, o Senhor os elogiou: "Conheço as suas obras, o seu amor, a sua fé, o seu serviço e a sua perseverança, e sei que você está fazendo mais agora do que no princípio" (Apocalipse 2:19).

O que foi impressionante sobre esta igreja é que eles estavam crescendo e havia mais crescimento do que havia no começo. Isso foi bom. Mas os nossos melhores dias não devem estar atrás de nós. Eles devem estar à nossa frente. O problema é que algumas pessoas vivem no passado.

Um descuido estava ocorrendo na igreja em Tiatira. A dúvida se estabeleceu. E no momento em que você começa a negligenciar o seu crescimento, você contribuirá para o seu declínio.

Como uma igreja morre? Da mesma forma que algumas pessoas. Começa com uma dor ou aflição incomum. Uma coisa leva a outra, e as coisas pioram a cada dia que passa. Então, um dia, elas se encontram em seu leito de morte.

Uma igreja morre por meio do processo de ficar mais e mais doente espiritualmente. E a doença espiritual, não tratada, pode levar à morte espiritual.
Link para o texto original

Nenhum comentário:

Postar um comentário