terça-feira, 4 de julho de 2017

Ocupado Demais Para a Igreja?

"Sou amigo de todos os que te temem e obedecem aos teus preceitos." (Salmos 119:63)

Creio que o desejo de comunhão de um cristão é, de certo modo, uma medida do seu amor por Deus. Quanto mais amamos a Deus, mais queremos estar na igreja, como parte da igreja, amando a igreja. Quanto menos amamos a Deus, menos queremos estar próximos de outros cristãos.

Algumas pessoas podem dizer: "Certo, mas estou tão decepcionado com a igreja. A igreja é tão crítica e julgadora. Está tão cheia de hipócritas."

Para esses, eu diria: "Bom, então venha. Sempre há espaço para mais um."

Não estou defendendo a hipocrisia. A igreja tem suas falhas porque é composta de pessoas como eu e você. No entanto, Jesus começou a igreja. Ele ama a igreja. E morreu pela igreja.

Para mim, a falta de comunhão entre cristãos é um sinal claro de que o retrocesso está prestes a começar. A vida cristã é feita de constante crescimento. Ou avançamos ou recuamos. É progressão ou regressão. Não existe meio termo. Então, se de repente você se afasta da igreja, recuando do estudo da Palavra de Deus, com uma vida de oração praticamente inexistente, você está começando a retroceder, querendo ou não.

Não que você esteja pecando abertamente, mas já está preparando o cenário para isso. Afastar-se sempre começa com a perda de controle sobre o que você precisa antes de adquirir aquilo que irá destruí-lo. Então, quando alguém diz: "Estou muito ocupado para a igreja", ou "Não tenho tempo", ou "Há outras coisas", isso para mim é uma indicação de que algo está errado espiritualmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário