sexta-feira, 30 de junho de 2017

Amando a Igreja

"Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo é nascido de Deus, e todo aquele que ama o Pai ama também ao que dele foi gerado" (1 João 5:1)

Algumas pessoas que afirmam ser cristãs podem dizer: "Sabe, eu amo o Senhor, apenas não amo a igreja."

Desculpe, mas isso é impossível, porque 1 João 5: 1 diz: " Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo é nascido de Deus, e todo aquele que ama o Pai ama também ao que dele foi gerado."

Quando me torno amigo de alguém (e tenho amigos que conheço há 25, 30 anos), também me torno amigo de seus filhos. Se eu os amo, meu amor se estende à família deles. De certa forma, seus filhos se tornam sobrinhos e sobrinhas para mim.

Da mesma forma, quando amamos a Deus, também amamos os Seus filhos. E se você não ama os Seus filhos, então é preciso questionar o quanto você realmente ama a Deus.

Como pastor, tenho tido pessoas em desacordo comigo em certas coisas e não me ofendo com isso. Mas é completamente diferente quando se trata da minha esposa. Uma maneira infalível de me ofender é insultá-la. Levo isso como pessoal.

A igreja é a noiva de Cristo. Nós pertencemos a Ele, e Ele nos ama. Na verdade, o apóstolo Paulo usou essa analogia em Efésios 5, quando escreveu: "Maridos, amem suas mulheres, assim como Cristo amou a igreja e entregou-se a si mesmo por ela para santificá-la, tendo-a purificado pelo lavar da água mediante a palavra" (versículos 25-26). É comum hoje em dia se criticar a igreja, mas entenda uma coisa: Quando você insulta a igreja, está falando mal de alguém a quem Jesus ama.

Alguns grupos reivindicam ser cristãos, contudo não têm comunhão. Se você for cristão, desejará estar com o povo de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário