sexta-feira, 21 de abril de 2017

Vidas Transformadas

"Vendo a coragem de Pedro e de João, e percebendo que eram homens comuns e sem instrução, ficaram admirados e reconheceram que eles haviam estado com Jesus." (Atos 4:13)

No livro de Atos, encontramos algumas histórias incríveis de seguidores autênticos e obedientes de Jesus Cristo, cristãos verdadeiros. Aquelas foram pessoas que sabiam o que era andar e conversar com Jesus - pessoas que, antes mesmo de falarem uma única palavra, tinham algo de certo em si. Pessoas que por causa de seu estilo de vida justo e misericordioso, haviam merecido o direito de pregar o evangelho, porque havia evidência em suas vidas. E isso foi dito a respeito daqueles que tinham estado com Jesus.

A propósito, isso não era um elogio. A declaração nem sequer foi feita pelos cristãos. Foi feita pelas autoridades que observaram esses seguidores de Cristo.

Isso nos lembra que Deus pode usar pessoas comuns. Digo isso até porque acho que às vezes colocamos os apóstolos em pedestais. Nós os vemos como personagens unidimensionais. No entanto, os acontecimentos de Atos ocorreram ao longo de um período de 30 anos, de modo que não ocorriam milagres em todos os dias. Nem todos os dias eles tinham visões. Nem todos os dias havia fenômenos sobrenaturais. Os crentes do primeiro século continuavam seus negócios do dia a dia.

Todos os dias, como cristãos, fazemos o nosso trabalho. As pessoas são capazes de dizer que temos estado com Jesus? Há evidências para confirmar isso? Ou, como foi dito, se você fosse preso por ser cristão, haveria provas suficientes para condená-lo? Não importa quantas Bíblias você possua nem quantos adesivos cristãos haja em seu carro. A evidência de que estou falando são os resultados em sua vida - uma mudança de caráter.

É o que vemos na vida dos cristãos do primeiro século. Caminharam com Deus, e isso ficou evidente no modo como eles viviam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário