terça-feira, 7 de março de 2017

Quando a Vontade de Deus é Difícil

"Vocês serão meus amigos, se fizerem o que eu lhes ordeno." (João 15:14)

Há momentos em que a vontade de Deus é difícil. O que fazer, então? O que acontece se não é o que você quer? Você ainda se submete a Ele, porque Deus tem seus melhores interesses em mente.

Jesus disse: "Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando". Note que Ele não disse: "Vocês serão Meus amigos se fizerem o que concordarem ou o que acharem confortável ​​ou prazeroso".

Davi queria construir um templo para o Senhor, mas isso não era Seu plano para Davi, então Deus disse não. E Davi ouviu.

Deus queria que Jonas fosse pregar aos ninivitas, mas ele não queria fazer isso. Então ele foi para a direção oposta. E todos nós sabemos o que aconteceu.

Jó lutou contra a vontade de Deus quando a sua família foi tirada dele. Todavia, ele se submeteu à vontade de Deus, dizendo: "Saí nu do ventre da minha mãe e nu partirei. O Senhor o deu, o Senhor o levou; louvado seja o nome do Senhor" (Jó 1:21) .

Não há exemplo maior daquele que se submete à vontade do Pai do que o próprio Jesus. Ele disse: "Pai, se queres, afasta de mim este cálice; contudo, não seja feita a minha vontade, mas a tua" (Lucas 22:42). Por que Jesus relutou contra a vontade de Seu Pai? Porque Ele teria de carregar os pecados do mundo.

Na vida de cada crente, virá um tempo em que a obediência anulará o desejo pessoal, quando o espírito se tornará mais importante do que a carne, quando a glória de Deus será mais importante do que a nossa própria glória e desejos.

Assim, mesmo quando entendemos a vontade de Deus (ainda que nem sempre gostemos dela), devemos submeter-nos sempre à Sua vontade.
Link para o texto original

Nenhum comentário:

Postar um comentário