terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

O Que os Novos Cristãos Precisam

"Então Ananias foi, entrou na casa, impôs as mãos sobre Saulo e disse: 'Irmão Saulo, o Senhor Jesus, que lhe apareceu no caminho por onde você vinha, enviou-me para que você volte a ver e seja cheio do Espírito Santo'." (Atos 9:17)

Após a conversão de Saulo, houve grande dúvida entre os cristãos do primeiro século se ele tinha realmente se tornado um cristão. Eles pensaram que era algum tipo de armadilha para se infiltrar entre eles. É difícil compreendermos o quanto Saulo de Tarso era notório. Ele era um assassino de cristãos. Ele caçou seguidores de Jesus, torturou-os e até mesmo levou alguns deles à morte. 

Seria como ouvir que um dos ateus mais renomados do nosso tempo pôs a sua fé em Cristo. Não faria sentido. É possível? Claro que é. Com Deus, todas as coisas são possíveis. Mas quando os cristãos ouviram que Saulo tinha se tornado um cristão, muitos deles duvidaram e acharam que fosse uma armadilha.

Mas Deus fez um homem chamado Ananias ir até Saulo, orar por ele e ajudá-lo naquele momento muito crítico e de transição após o seu compromisso com Cristo. E, mais tarde, Deus trouxe um homem chamado Barnabé para introduzir Saulo aos outros cristãos. Isso tudo resultou na mudança de nome de Saulo, tornando-se o amado apóstolo Paulo. 

Os novos cristãos precisam de companheirismo. Algumas coisas são ensinadas e outras são aprendidas. Há um limite sobre o que eu ou qualquer outro pastor possa fazer a partir do púlpito de uma igreja. Os novos cristãos precisam ver um exemplo vivo do que é um cristão. O que os cristãos fazem em seu tempo livre? Como os cristãos tratam-se uns aos outros? Os novos cristãos precisam estar por aí, no mundo real com você, vendo como tudo isso se desenrola.

Muitos de nós gostaríamos de ser um Paulo, mas estamos dispostos a ser um Ananias? Ou um Barnabé? Você está disposto a ser amigo de um novo cristão?

Nenhum comentário:

Postar um comentário