quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

A Boa Nova

"Admiro-me de que vocês estejam abandonando tão rapidamente aquele que os chamou pela graça de Cristo, para seguirem outro evangelho" (Gálatas 1:6)

A palavra "evangelho" significa "boa notícia." E para uma pessoa apreciar plenamente a Boa Notícia, ela precisa antes saber a má notícia.

A má notícia é que somos pecadores. Quebramos os mandamentos de Deus. Ficamos aquém dos padrões dEle. E não há nada que possamos fazer para corrigir isso. Todas as boas obras no mundo não vão compensar isso.

Mas a boa notícia é que Jesus Cristo, o Filho de Deus, morreu na cruz por nós e absorveu a ira de Deus, pagou por nossos pecados e ressuscitou dentre os mortos. E se a partir disso vamos livremente abandonar nossos pecados e segui-Lo, poderemos ser perdoados. Essa é a boa notícia. Essa é a mensagem que devemos proclamar ao mundo.

Entretanto, isso não está acontecendo tanto quanto deveria. Há algumas pessoas na igreja hoje que nos dizem que devemos pregar um evangelho holístico, que é a noção de que não se trata apenas de falar às pessoas sobre Jesus, mas sobre outras coisas. Sobre fazer boas obras para as pessoas. Sobre moldá-los para que sejam seguidores de Jesus. Uma definição de um evangelho holístico seria: viver "na comunidade para a criação de Deus", o que inclui questões como a poluição e o desmatamento.

Sério? Então nossa mensagem agora é tentar parar a poluição e não cortar tantas árvores?
Não, esse não é o evangelho. O evangelho é a mensagem da vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos. Qualquer coisa diferente disso é uma distração. E se não formos capazes de reconhecer isso, estamos perdendo pontos. As pessoas precisam de Jesus Cristo e elas precisam se voltar para Ele. Essa é a mensagem da igreja. Essa é a mensagem que estamos aqui para proclamar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário