quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Procurados: Criadores de Discípulos

"Então Barnabé o levou aos apóstolos e lhes contou como, no caminho, Saulo vira o Senhor, que lhe falara, e como em Damasco ele havia pregado corajosamente em nome de Jesus." (Atos 9:27)

Às vezes um novo cristão tem dificuldades em achar seu caminho nessa nova fé revelada. Ele precisa de alguém que fique ao seu lado e que o ame.

Um homem chamado Mark fez isso por mim. Após me tornar cristão nas dependências do meu colégio, ninguém chegou para mim e disse "Agora você é um cristão novinho em folha, Greg. Temos essa bíblia aqui para você. Você também deve começar a ir à Igreja." Ao invés disso, o sinal da escola tocou, e eu voltei para a aula.

Continuei com os planos para o fim de semana, que eram ir para as montanhas e fumar maconha, mas enquanto estava sentado nas pedras e me preparando para fazer isso, senti Deus falando em meu coração e dizendo que eu não precisava fazer aquilo. Apesar de não saber orar, pedi para Deus se tornar real para mim e me ajudar. E Deus respondeu a essa oração.

Quando voltei para a escola na segunda, um cara chamado Mark, que eu nunca havia visto antes, se apresentou para mim. Ele disse que me viu entregar a vida para Cristo no estudo bíblico da sexta-feira. Então ele me convidou para a igreja e, de um jeito direto, mas amoroso, ele não aceitaria um não como resposta. Assim, fui para a igreja com Mark. Comecei a ouvir a Palavra de Deus e minha vida começou a mudar.

Eu não precisava de um conhecedor da bíblia. Eu não precisava de um evangelista. Eu precisava de um amigo. E foi isso que Mark foi para mim.

Aqui está minha pergunta para você: Você pode ser um amigo para alguém? Pois nossa orientação não é somente pregar o evangelho, mas criar discípulos.
Link para o texto original
Receber os Devocionais Diários por email

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Um Chamado Cumprido

"Estêvão, homem cheio da graça e do poder de Deus, realizava grandes maravilhas e sinais entre o povo." (Atos 6:8)

Estevão, um dos líderes não reconhecidos da igreja, era um garoto jovem com muita promessa em sua vida. Por conta da sua fidelidade, foi selecionado para ser diácono na igreja antiga.

Muitos provavelmente pensavam que Estevão tinha um grande ministério à sua frente, pois era muito jovem ainda. Por causa da sua pregação, todavia, ele foi chamado diante do Sinédrio Judeu para prestar contas. O Sinédrio era como a Suprema Corte daqueles dias. Seus membros eram homens muito poderosos. Eles não gostavam da pregação de Estevão sobre Jesus Cristo ser o Messias e o chamaram para explicar a situação.

Se Estevão tivesse tomado cuidado, ele teria podido voltar para jantar em casa naquele dia, mas ao invés disso, esse jovem rapaz viu uma possibilidade de alcançar e tocar o Sinédrio com o Evangelho. A Bíblia diz que seu rosto brilhou como o de um anjo (ver Atos 6:15), e começou a pregar para eles. Mas enquanto Estevão pregava, eles se sentiram ultrajados e decidiram matá-lo. Então o apedrejaram até a morte. E mesmo com sua vida sendo tirada, ele disse: "Senhor, não os consideres culpados deste pecado." (Atos 7:60

Acredito que foi o testemunho de Estevão que trouxe Saulo de Tarso, que mais tarde tornar-se-ia Paulo, sob a convicção do Espírito Santo. Pois logo após a morte de Estevão, Saulo saiu para caçar cristãos. 

Isso é o que devemos lembrar: Não sabemos quanto tempo de vida temos. Todos temos uma tarefa a completar, um chamado a cumprir. E a extensão de nossas vidas não é determinada por genes ou estatísticas, mas por Deus. Então nosso objetivo deveria ser nos manter no alvo e fazer o que Deus definiu para nós.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Um Herói Esquecido

"Então Ananias foi, entrou na casa, impôs as mãos sobre Saulo e disse: 'Irmão Saulo, o Senhor Jesus, que lhe apareceu no caminho por onde você vinha, enviou-me para que você volte a ver e seja cheio do Espírito Santo'." (Atos 9:17)

A descoberta de Cristo faz com que você veja quem são os seus verdadeiros amigos. Essa foi a descoberta de Saulo de Tarso quando se tornou um seguidor de Cristo. Ele não tinha amigos de verdade, mas o que ele tinha era um irmão em Cristo chamado Ananias. E com o tempo, ele iria descobrir uma família inteira nova.

Charles Swindoll, em seu excelente livro, "Paulo: Um Homem de Coragem e Graça", escreve: "Ananias tem sido chamado um dos heróis esquecidos da fé. Na verdade, ele o é. E há um número incontável deles servindo a Cristo nos bastidores do mundo."

Veja, com homens como Ananias fazendo sua parte, Saulo poderia agora fazer a sua. Atos 9:20-21 nos diz: "Logo [Saulo] começou a pregar nas sinagogas que Jesus é o Filho de Deus. Todos os que o ouviam ficavam perplexos [...]".

Eles não podiam acreditar que Saulo de Tarso era não apenas um crente, mas agora também um pregador. E Saulo rapidamente descobriu quem eram seus verdadeiros amigos e inimigos: "Decorridos muitos dias, os judeus decidiram de comum acordo matá-lo" (versículo 23).

Deus estava preparando Saulo. Saulo estava pronto para esse ministério. Ele foi criado em uma cidade romana. Ele entendeu o pensamento da mente romana. Ele estava mergulhado na cultura grega, mas foi criado em um lar judeu. Ele era um poderoso pensador e comunicador. E agora estava cheio do Espírito Santo. Ele era uma força a ser reconhecida.

Ananias nunca tinha pregado quaisquer sermões que conhecemos. Não sabemos de nenhum milagre operado por suas mãos. Ele nunca escreveu uma carta, mas chegou a um homem que fez todas essas coisas e muito mais. E se tivéssemos mais Ananias, teríamos mais Paulos.

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Arrisque!

"Mas o Senhor disse a Ananias: 'Vá! Este homem é meu instrumento escolhido para levar o meu nome perante os gentios e seus reis, e perante o povo de Israel'." (Atos 9:15)

Saulo (Paulo) não tinha ideia do que havia acabado de acontecer com ele. Depois de ouvir a voz de Jesus na estrada para Damasco, ele caiu no chão, cego por uma luz mais forte que o sol. Então ele foi levado para uma casa por um homem chamado Judas (nenhuma relação com Judas Iscariotes). E aí entra Ananias, o pouco celebrado herói. Deus lhe falou em uma visão:
"Vá à casa de Judas, na rua chamada Direita, e pergunte por um homem de Tarso chamado Saulo. Ele está orando; numa visão viu um homem chamado Ananias chegar e impor-lhe as mãos para que voltasse a ver". (Atos 9:11-12).
Mas Ananias teve suas dúvidas. Ele falou: "Senhor, tenho ouvido muita coisa a respeito desse homem e de todo o mal que ele tem feito aos teus santos em Jerusalém. Ele chegou aqui com autorização dos chefes dos sacerdotes para prender todos os que invocam o teu nome". (Atos 9:13-14)
Você pode imaginar a resistência de Ananias. Saulo era um notório perseguidor dos Cristãos. Saulo havia consentido na morte de Estêvão. Mesmo assim, Deus disse "Vá".
Você conhece alguém que imagina que não possa se tornar um Cristão? Foi assim a situação quando Saulo de Tarso se tornou Cristão.
Às vezes Deus colocará um fardo em seu coração. Você vai ver alguém e será um fardo de Deus falar com tal pessoa. É claro, se Deus diz "vá", podemos dizer "não". Deus disse “vá” para Jonas e ele disse “não” da primeira vez. Mas acabou indo, mesmo que arrastando os pés.
- Você será como Jonas ou como Ananias?
Quando o Senhor disser “vá”, você irá lutar contra isso? Ou fará como Ananias e simplesmente irá? Simplesmente vá! Faça isso! Arrisque!

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Preparando o Caminho

"Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram falar? E como ouvirão, se não houver quem pregue?" (Romanos 10:14)

Nos anos que antecederam a minha conversão a Cristo, não lembro de alguém que tenha vindo alguma vez falar comigo sobre o evangelho. Eu ficava lá por Newport Beach, encostado em alguma parede, fazendo cara de durão. Lembro-me de ver cristãos andando por lá e distribuindo textos religiosos. Na minha cabeça, eu pensava: "Por favor, vem falar comigo". Mas era orgulhoso demais para pedir isso.

Eu notava que eles conversavam com as outras pessoas; mas, quando chegavam até mim, me olhavam de lado e então só metiam um texto na minha mão. Mas, mesmo assim, eu não os jogava fora. No meu quarto em casa eu tinha uma gavetona cheia de literatura religiosa. E, de vez em quando, eu puxava essa gaveta e lia todo aquele material, tentando entender alguma coisa daquilo tudo. Eu precisava de alguém que me mostrasse o caminho, mas não me lembro de ninguém fazer isso.

O modo como acabei ouvindo o evangelho foi por ter ido a uma reunião cristã para a qual eu nem tinha sido convidado. Eu vi uma menina que achei atraente perto do meu colégio e pensei: por que uma menina bonita como ela quer ser cristã? Então fui à reunião para ver como era. A última coisa que eu tinha planejado fazer era me tornar cristão, mas ouvi o evangelho pela primeira vez de um modo que entendi e entreguei a minha vida a Cristo.

Olhando para trás na minha vida, vejo que houve heróis não celebrados que ajudaram a preparar o caminho da minha conversão. E todos podemos identificar pessoas que fizeram alguma contribuição, pessoas que Deus usou em nossas vidas.
- Você vai ser uma pessoa dessas para alguém hoje?

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Filho do Encorajamento

"Quando chegou a Jerusalém, tentou reunir-se aos discípulos, mas todos estavam com medo dele, não acreditando que fosse realmente um discípulo." (Atos 9:26)

Quando Saulo deixou Damasco, ele voltou para Jerusalém, onde presidiu o martírio de Estêvão. Ele teve boas-vindas como de um herói, por parte de seus companheiros cristãos? Eles ouviram que ele tinha se tornado um cristão e disseram: "O notável assassino cristão, Saulo, é um de nós agora. Vamos recebê-lo?" 

Não. Eles nem sequer acreditaram que ele tinha sido convertido.

Pergunto-me sobre o quanto isso é verdade nos dias de hoje. As pessoas vêm para Cristo e frequentam a igreja pela primeira vez, porém ninguém as recebe. Talvez elas sejam tratadas com indiferença por alguns. Talvez recebam um olhar de menosprezo. Talvez estejam usando a camisa errada com uma estampa errada naquele dia.

Ora, será que não poderíamos ser um pouquinho mais pacientes com as pessoas? Não poderíamos aceitar que quando alguém se torna um novo cristão, pode não ser exatamente como imaginávamos?
- O que estamos esperando?
- Será que também não podemos ter pessoas como Saulo, entrando em nossas igrejas?

Na vida de Saulo, foi Barnabé  que entrou (a propósito, o nome Barnabé significa "filho do encorajamento"). "Então Barnabé o levou aos apóstolos e lhes contou como, no caminho, Saulo vira o Senhor, que lhe falara, e como em Damasco ele havia pregado corajosamente em nome de Jesus" (Atos 9:27).

Aparentemente, Barnabé tinha credibilidade entre os apóstolos, pois eles pareciam aceitar o que ele tinha a dizer. Ele alinhou tudo e apoiou a história de Saulo, pois era verdade.

Precisamos de mais pessoas como Barnabé hoje em dia - pessoas que sabem como levantar alguém, pessoas que sabem como confortar e motivar outros. Isso é o que Barnabé fez por Saulo. E é isso que precisamos fazer também.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

O Perfil de Um Herói

"Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus." (1 Coríntios 10:31)

É muito comum ouvirmos a palavra "herói" hoje em dia. Mas o que é um herói? Acho que o significado real da palavra foi perdido.

Um herói é alguém que se sacrifica e faz algo em prol de outros. Um herói é alguém que coloca as necessidades dos outros acima das suas próprias. Parece-me que em nossa sociedade temos muitas celebridades, mas poucos heróis.

Às vezes só sabemos quem são os verdadeiros heróis muito tempo depois. Muitas vezes eles são (ou fazem coisas) importantes antes desses fatos serem totalmente compreendidos. E, com o passar do tempo, passamos a tratá-los como heróis.

Em contraste com aqueles que irão receber o reconhecimento que merecem, um herói anônimo raramente será reconhecido em vida. São pessoas que trabalham por debaixo dos panos, que fazem a maior parte do trabalho pesado, mas que raramente são recompensadas.

A Bíblia está cheia de heróis anônimos. Um clássico que vem à mente é André. Quando ele começou a seguir Jesus, a primeira coisa que fez foi chamar seu irmão para dizer: "Achamos o Messias" (João 1:41).

André era um daqueles caras que tinha um irmão mais velho e dominante, Simão Pedro. Pedro era o tipo de cara que sempre liderava os outros. Então André poderia ter facilmente pensado: "Sabe o que mais? Não vou falar isso pro Pedro. Quero Jesus só pra mim". Mas ele foi logo avisar o seu irmão.

De fato, quase sempre que lemos algo sobre André, ele está levando alguém a Jesus. André estava trabalhando por baixo dos panos.

André é um modelo para todos os Cristãos. Não há limites para o que pode ser realizado quando, ao invés de nos preocuparmos com honrarias, nos focarmos em completar a tarefa, em fazer as coisas para a glória de Deus.
Link para o texto original

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Feitos Para Dividir

"Logo começou a falar corajosamente na sinagoga. Quando Priscila e Áquila o ouviram, convidaram-no para ir à sua casa e lhe explicaram com mais exatidão o caminho de Deus." (Atos 18:26)

Já disse isso antes e vou dizer novamente. Como cristão, há uma escolha diante de você: evangelizar ou fossilizar. Temo que haja muitos crentes que conhecem a Palavra de Deus, mas pensam que tudo gira em torno deles. É tudo sobre eles serem abençoados, crescerem, e aprenderem. Obviamente, há um lugar para isso, mas é também sobre tomarmos essas verdades recém-descobertas e compartilhá-las com os outros.

A verdade que Deus lhe deu não foi projetada para ser acumulada só para si; ela foi projetada para ser compartilhada. Você tem sido abençoado para ser uma bênção para os outros. E se você apenas recebe e não dá, está correndo o risco de entrar numa zona de estagnação espiritual.

Temos um novo bebê na família, a filha de nosso filho Jonathan e sua esposa Bianca. Fico impressionado com as coisas que ela faz. Ela bate mãozinhas, e quando me vê, começa a tagarelar. É tão divertido passar o tempo com um bebê. É fascinante para mim o quanto os bebês aprendem a cada dia.

Também é emocionante acompanhar meus netos mais velhos crescerem e amadurecerem. Gosto de passar um tempo com eles. Você vê as coisas de forma diferente quando está com crianças, coisas que talvez daria como certo se não fossem elas.

É bem assim com um novo crente. Você está compartilhando coisas que, francamente, começa a tomar como certas. E como eles estão descobrindo pela primeira vez, você as redescobre.

Todos temos um papel a desempenhar. Você pode pensar: bem, eu não sei tantas coisas assim. Mas você sabe mais do que um novo crente. E Deus pode fazer muito com pouco.

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Feitos Para Glorificá-lo

"Tragam os meus filhos, e dos confins da terra as minhas filhas; todo o que é chamado pelo meu nome, a quem criei para a minha glória, a quem formei e fiz." (Isaías 43:6-7)

Em Mateus 25, encontramos uma história que Jesus contou sobre três servos. A cada um foi dada uma certa quantia para investir enquanto seu mestre estivesse ausente. Quando voltou, dois dos três servos tinham multiplicado os seus talentos, enquanto o terceiro tinha simplesmente enterrado-o no chão.

O terceiro servo ofereceu esta desculpa:. "Eu sabia que o senhor é um homem severo, que colhe onde não plantou e junta onde não semeou. Por isso, tive medo, saí e escondi o seu talento no chão. Veja, aqui está o que lhe pertence" (Mateus 25:24-25).  Ou seja, parafraseando seria algo do tipo: "Não é minha culpa."

Algumas pessoas têm um senso de justiça, mas quando são irresponsáveis ​​e desperdiçam o que lhes foi dado, têm a ousadia de culpar o doador.

O mestre disse a este homem: "Servo mau e negligente! [...] Você devia ter confiado o meu dinheiro aos banqueiros, para que, quando eu voltasse, o recebesse de volta com juros." (versículos 26-27).

Você sabia que há pessoas assim hoje? São cristãos. Foram perdoados por Deus. E vão para o céu quando morrerem. Mas são preguiçosos. Não usam a vida que Deus lhes deu para a glória Dele. Eles pensam que tudo gira em torna deles, todos devem atendê-los, servi-los. Eles nunca pensam em servir aos outros. Nunca pensam em glorificar a Deus.

Temos que nos fazer a pergunta: Por que estou aqui na terra? A resposta é que estamos aqui para glorificar a Deus. Estamos aqui para honrar o Seu nome. Portanto, vamos pegar o que Deus nos deu e usar para a Sua glória.

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Use o Que Você Tem

"Temos diferentes dons, de acordo com a graça que nos foi dada. Se alguém tem o dom de profetizar, use-o na proporção da sua fé." (Romanos 12:6)

Jesus contou a história de um homem rico que estava partindo para uma longa viagem. Ele chamou os seus servos e entregou a cada um uma soma em dinheiro. O homem "a um deu cinco talentos, a outro dois, e a outro um; a cada um de acordo com a sua capacidade. Em seguida partiu de viagem." (Mateus 25:15).

Na sua ausência, um servo investiu sabiamente e transformou os cinco talentos em dez. O outro de seus dois talentos multiplicou-os para quatro. E o último levou seu único talento e enterrou-o no chão.

Aqui está o que precisamos lembrar: Deus é aquele que distribui tudo. Algumas pessoas vivem vidas longas, outras vivem vidas curtas. Algumas pessoas gozam de muita saúde, outras têm problemas de saúde. Algumas pessoas possuem grandes talentos, outras somente alguns. Mas lidamos com o que nos é dado.

Às vezes pensamos: eu queria ser tão bonita quanto ela. Ou: quero ser tão inteligente como ele. Ou: gostaria de ser tão talentoso como aquela pessoa. Você tem o que Deus lhe deu. Então, use e cultive isso.

Tenho visto pessoas com muito pouca capacidade para realizar um árduo trabalho, porém são diligentes e tornam-se muito bem sucedidas na vida. E eu tenho visto outros que tinham tanto talento, tanta habilidade, e acabaram jogando tudo fora. Portanto, devemos realmente honrar e bem utilizar aquilo que Deus nos deu.

A todos nós foram dados talentos espirituais quando colocamos nossa fé em Cristo. Portanto, tome os talentos que Deus lhe deu, cultive-os e use-os.

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Imitação Impressionante

"Tendo aparência de piedade, mas negando o seu poder. Afaste-se também destes." (2 Timóteo 3:5)

Não faz muito tempo lojas falsas da Apple foram descobertas na China. Havia cinco delas. Essas lojas eram exatamente como as lojas oficiais da Apple. Até as camisetas que os vendedores utilizavam eram semelhantes. De fato, eram tão reais que as pessoas que trabalhavam nelas pensavam que estavam trabalhando em lojas oficiais da Apple, mas elas não eram reais. Não eram imitações fajutas. Eram imitações impressionantes. Mesmo assim, não eram verdadeiras.

Temos pessoas assim na igreja hoje em dia. Elas se parecem cristãs, falam como cristãs. Todos assumimos que são cristãs, mas na verdade são somente imitações sofisticadas. A Bíblia nos fala que um dos sinais do retorno de Cristo é que veremos mais e mais pessoas deste tipo:

"Saiba disto: nos últimos dias sobrevirão tempos terríveis. Os homens serão egoístas, avarentos, presunçosos, arrogantes, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios, [...] tendo aparência de piedade, mas negando o seu poder. Afaste-se também destes." (2 Timóteo 3:1-2, 5)

Como isso é possível? Como uma pessoa pode sentar na igreja e escutar a mesma mensagem que uma pessoa que crê, e mesmo assim não crer? Lembre-se, havia dois criminosos que foram crucificados ao lado de Jesus. Ambos estavam na presenta do Filho de Deus, mas somente um acreditou.

Precisamos nos dar conta: a igreja pode ser um lugar perigoso. Se você ouve a verdade e não responde, seu coração pode ficar mais duro. A pior doença contra o evangelho é o evangelho ouvido, mas não atendido.

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Esteja Preparado

"Portanto, vigiem, porque vocês não sabem o dia nem a hora!" (Mateus 25:13)

Anos atrás, fui convidado a falar num evento chamado Mantenedores da Promessa. Eu ia embarcar de Los Angeles e, naquela manhã, telefonei antes para confirmar se estava tudo no horário. Para minha grande surpresa, eles tinham adiantado meu voo em uma hora (eu nem sabia que podiam fazer isso).

Então fui até lá, estacionei meu carro e literalmente corri para o portão de embarque. Estavam fechando a porta justo quando cheguei. Então fui até a funcionária da companhia aérea e disse: "Moça, por favor. Tenho de embarcar nesse avião. Tenho uma palestra a dar para um monte de homens."

"Lamento", disse ela. "O embarque está encerrado."

Eu via que o avião estava lá parado e que a escada de embarque ainda estava junto do avião. Eu disse: "Moça, ele ainda está aí. Dá para eu subir."

"Lamento, senhor. Afaste-se do portão".

"Certo, moça. Sério — eu vou falar para 50.000 homens." Mas não havia nada que eu pudesse dizer para fazê-la mudar de ideia. A porta estava fechada e eu estava atrasado.

Vai chegar um dia em que será tarde demais para se aprontar para a eternidade e a porta para o céu estará fechada. Vai chegar um dia em que Jesus voltará e se não estivermos preparados, vamos deixar passar a maior oportunidade de nossas vidas.

Jesus disse: "Portanto, vigiem, porque vocês não sabem o dia nem a hora!" (Mateus 25:13). O que significa vigiar? Não significa que devamos largar emprego ou esposa como fizeram alguns quando pensaram que sabiam a data verdadeira em que o Senhor retornaria. Vigiar é estar preparado. Prepara-se de antemão.
Link para o texto original

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Acordar, Ficar Sóbrio e Preparar

"Mas vocês, irmãos, não estão nas trevas, para que esse dia os surpreenda como ladrão." (1 Tessalonicenses 5:4)

O ensinamento do iminente retorno de Cristo é um verdadeiro teste para saber onde a pessoa se encontra espiritualmente.

Como deveríamos estar vivendo, sabendo que Jesus pode retornar a qualquer momento? O apóstolo Paulo nos dá a resposta: "Portanto, não durmamos como os demais, mas estejamos atentos e sejamos sóbrios; pois os que dormem, dormem de noite, e os que se embriagam, embriagam-se de noite. Nós, porém, que somos do dia, sejamos sóbrios, vestindo a couraça da fé e do amor e o capacete da esperança da salvação." (1 Tessalonicenses 5:6-8).

Devemos acordar. "Não durmamos como os demais..." Quando estamos numa Igreja onde somos ensinados sobre a Palavra de Deus, podemos ficar meio preguiçosos e sonolentos. Mas devemos estar alertas. Queremos estar acordados. Ao contrário de sermos proclamadores de sermões, devemos ser pescadores de homens. Devemos estar atentos ao fato de que o tempo é curto.

Também devemos estar sóbrios. "Nós, porém, que somos do dia, sejamos sóbrios..." Tendo passado os primeiros anos da minha vida com pessoas que bebiam, posso dizer que você não deveria querer estar sob a influência de nada nem de ninguém além de Jesus Cristo. Quero estar preenchido pelo Espírito Santo.

Finalmente, devemos estar vestidos. "Vestindo a couraça da fé e do amor e o capacete da esperança da salvação." Estamos em uma batalha espiritual que começou no dia da nossa conversão, e essa batalha perdurará até o dia em que formos para o céu.

Então aqui está minha questão para você: Você está pronto para o retorno de Jesus? Você estará pronto para dar o passo para a eternidade?
Link para o texto original

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Olhando à Frente

"Eles disseram: 'Galileus, por que vocês estão olhando para o céu? Este mesmo Jesus, que dentre vocês foi elevado ao céu, voltará da mesma forma como o viram subir'." (Atos 1:11)

Os cristãos não são os únicos que acreditam na segunda vinda de Cristo. Uma pesquisa do Instituto Gallup revelou que 66% dos americanos acreditam que Jesus Cristo voltará à Terra no futuro. Isso é 25% mais pessoas do que aquelas que afirmam que irão nascer de novo.

Jesus Cristo voltará. Então, o que devemos fazer enquanto aguardamos a Sua volta? Como estamos vivendo até que Ele venha? A Bíblia tem passagens muito específicas que falam que, como cristãos, devemos estar comprometidos quando Ele voltar.

Jesus contou uma parábola em Lucas 19 sobre um homem rico que estava partindo para uma longa viagem. Ele chamou todos os seus servos e deu a cada um uma quantia em dinheiro, e disse: "Façam esse dinheiro render até à minha volta" (versículo 13). O que tem sido dado a cada um de nós são as nossas vidas, tempo e recursos.

E, como cristãos, outra coisa tem nos sido dada: uma missão. Jesus disse: "vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei [...]" (Mateus 28:19-20).

Foi-nos dado um dever sagrado. Foi-nos dada uma missão. Isso significa que devemos investir nossas vidas, nosso tempo e nossos recursos na obra de evangelização. Porque no dia em que deixarmos esta terra, vamos deixar tudo para trás. Mas o que investirmos para a glória de Deus, isto estará nos aguardando como uma recompensa eterna. E é por isso que devemos investir no reino de Deus.

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

O Olho do Furacão

"Aprendam a lição da figueira: quando seus ramos se renovam e suas folhas começam a brotar, vocês sabem que o verão está próximo. Assim também, quando virem todas estas coisas, saibam que ele está próximo, às portas." (Mateus 24:32-33)

A figueira, nas Escrituras, é um símbolo da nação de Israel. Em mais de uma ocasião Deus compara Israel a uma figueira. Em Oséias 9:10, Deus diz: "Quando encontrei Israel, foi como encontrar uvas no deserto; quando vi os antepassados de vocês, foi como ver os primeiros frutos de uma figueira. [...]"

Quando Jesus disse: "Aprendam a lição da figueira..." Ele estava nos dizendo que o renascimento de Israel, ou a brotação da figueira, será um grande sinal dos últimos dias.

O profeta Ezequiel nos disse a mesma coisa. Foi dito a Ezequiel para permanecer ao longo de um vale de ossos secos. Então, Deus fez a Ezequiel uma pergunta: "Filho do homem, esses ossos poderão tornar a viver" (Ezequiel 37:3). E enquanto Ezequiel estava lá, os ossos voltaram a se juntar, e a carne voltou para os ossos. Então Deus interpretou por ele e disse: "Filho do homem, esses ossos são toda a nação de Israel. Eles dizem: ‘Nossos ossos se secaram e nossa esperança se foi; fomos exterminados’. Por isso profetize e diga-lhes: ‘Assim diz o Soberano Senhor: Ó meu povo, vou abrir os seus túmulos e fazê-los sair; trarei vocês de volta à terra de Israel." (versos 11-12). Deus está dizendo efetivamente que esses são o Seu povo retornando para a sua terra.

Quando Israel se tornou uma nação em 14 de maio de 1948, o relógio profético começou a contar. Israel está no olho do furacão do fim dos tempos. Ocupa o centro do palco no drama do Deus de todos os tempos. Como meu amigo Joel Rosenberg diz: Jerusalém é o epicentro dos acontecimentos mundiais. Deus previu isso há muito tempo. E estamos vendo isto ocorrer diante de nossos olhos.

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

O Retorno do Rei

"Porque assim como o relâmpago sai do Oriente e se mostra no Ocidente, assim será a vinda do Filho do homem." (Mateus 24:27)

Acho interessante nenhum dos apóstolos ter escrito sobre a aparência de Jesus quando Ele andou conosco nesta terra. Alguém poderia nos dizer como ele era? As Escrituras não apresentam registros disso para nós. Mas em Apocalipse 19, encontramos uma descrição dele na sua Segunda Vinda.

Três coisas se destacam em sua descrição: seus olhos, sua cabeça e seu manto.

O versículo 12 nos diz que "Seus olhos são como chamas de fogo". Diz-se que os olhos são a janela da alma. Quando você olha para uma pessoa no olho, você tem uma ideia dela. Cristo terá os olhos como chamas de fogo quando ele vier novamente. Hebreus 4:13 nos diz: "Nada, em toda a criação, está oculto aos olhos de Deus. Tudo está descoberto e exposto diante dos olhos daquele a quem havemos de prestar contas."

Depois, o versículo 12 fala à respeito de sua cabeça, sobre a qual ele usa "muitas coroas". Ele usa muitas coroas, porque governa sobre muitos reinos. Ele é o Senhor de todos. Ele é soberano, todo-poderoso e onisciente.

Por fim, o versículo 13 nos diz: "Está vestido com um manto tingido de sangue [...]". Esta frase também pode ser traduzida como "respingado de sangue." Na sua primeira vinda, ele usava panos ou trapos. Em sua segunda vinda, Ele estará vestido regiamente em um manto tingido de sangue. Na primeira vez que Jesus veio à terra, Ele veio para morrer e derramou Seu sangue. Na segunda vez, Ele virá para julgar. Em sua primeira vinda, Ele era o Cordeiro de Deus para morrer pelos pecados do mundo. Em sua segunda vinda, Ele será o Leão feroz da Tribo de Judá, trazendo julgamento.

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Não Esquecidos

"Mas quando você der esmola, que a sua mão esquerda não saiba o que está fazendo a direita, de forma que você preste a sua ajuda em segredo. E seu Pai, que vê o que é feito em segredo, o recompensará." (Mateus 6:3-4)

Conheço um cara que tem dezenas de medalhas de competições de triatlo. Certa vez eu o desafiei a sair em público usando 30 delas. Eu disse: "Vamos tomar um café. Basta ir usando suas medalhas que o café será por minha conta." Ele não topou.

Pessoalmente, nunca ganhei uma única medalha. Talvez sua experiência tenha sido a mesma, mas há uma cerimônia de premiação por vir em que todos aqueles que têm servido fielmente ao Senhor serão recompensados.

Muitas vezes pensamos demais sobre o aqui e o agora e não o suficiente sobre o que nos espera após esta vida. Mas, na eternidade, haverá recompensas aguardando aqueles que colocaram sua fé em Cristo e prestaram fielmente serviço a Ele.

Jesus disse: "Pois eu tive fome, e vocês me deram de comer; tive sede, e vocês me deram de beber; fui estrangeiro, e vocês me acolheram; necessitei de roupas, e vocês me vestiram; estive enfermo, e vocês cuidaram de mim; estive preso, e vocês me visitaram’." (Mateus 25:35-36). E em seguida no versículo 40 Jesus explica:: "[...] o que vocês fizeram a algum dos meus menores irmãos, a mim o fizeram".

Pense em todas essas coisas que você tem feito para Deus que ninguém nunca viu: o sacrifício que você fez... aquela coisa que disse... aquela pessoa que você perdoou... aquela oportunidade que aproveitou... aquele presente que deu. Ninguém viu. Ninguém se levantou, aplaudiu e disse: "Ei, olhe o que ele acabou de fazer!"

Eis o que você precisa saber: Deus está vendo. Deus sempre presta atenção. Deus mantém registros muito meticulosos. E Deus irá recompensá-lo.

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Fé Autêntica

"Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei e cearei com ele, e ele comigo." (Apocalipse 3:20)

No livro de Apocalipse, Jesus fala para duas igrejas dos últimos dias que estão em contraste uma com a outra: a igreja de Filadélfia e a igreja de Laodiceia. A igreja de Filadélfia é uma igreja que está voltando à vida, que está passando pela porta da oportunidade.

Do outro lado, a igreja de Laodiceia é a igreja arrogante e cheia de si. Está tão longe dos ensinamentos da Bíblia que o próprio Jesus Cristo está do lado de fora, tentando entrar.

É para a igreja de Laodiceia que Jesus coloca esta passagem muito conhecida: “Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei e cearei com ele, e ele comigo.” (Apocalipse 3:20). Essas palavras foram dadas para uma igreja! Você pode imaginar algo assim?

Isso nos serve como uma lembrança de que uma pessoa pode atender a uma igreja e pensar que é de Cristo, mas na verdade não é.

Você está preparado para o retorno do Senhor? Está mais próximo do que jamais esteve? Você colocou a sua fé em Jesus Cristo?

Assim como previsto pelos profetas, Jesus nasceu em Belém. Viveu uma vida perfeita. E então Ele foi para a cruz e morreu por nossos pecados, conhecendo a demanda por justiça de Deus. Ele absorveu toda a ira de Deus em nosso lugar. Então Ele ressuscitou dos mortos. Jesus está a porta de nossas vidas, e Ele está batendo. Ele diz que se ouvirmos a Sua voz e abrirmos a porta, Ele entrará.

Esteja certo de que a sua fé é real, porque você não pode viver da fé de outra pessoa.

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Trabalhando Para o Nosso Pai

"Assim, também vocês precisam estar preparados, porque o Filho do homem virá numa hora em que vocês menos esperam." (Mateus 24:44)

Falando sobre o Seu retorno, Jesus disse: "Assim, também vocês precisam estar preparados, porque o Filho do homem virá numa hora em que vocês menos esperam." (Mateus 24:44). A palavra "preparados" pode ser traduzida por "estejam em alerta". Significa que devemos estar constantemente esperando por isso.

Jesus disse: "Quem é, pois, o servo fiel e sensato, a quem seu senhor encarrega dos de sua casa para lhes dar alimento no tempo devido? Feliz o servo a quem seu senhor encontrar fazendo assim quando voltar." (Mateus 24:45-46)

Então o que devemos fazer enquanto esperamos o retorno de Cristo? Devemos ser servos fiéis e espertos, fazendo a vontade de Deus. Deus deu a cada um de nós algo precioso chamado vida. E, com isso, Ele nos deu nosso tempo, nossos recursos, nossos talentos, nossos dons, nossos amigos e tudo o que temos. Devemos aproveitar o que Deus nos deu para a Sua glória, vivendo vidas piedosas, e procurando alcançar outros com a mensagem do evangelho. O crente fiel estará andando com eles e servindo a Deus enquanto espera o retorno de Cristo.

Em resumo, estamos tratando dos negócios de nosso pai. E se formos fiéis a Ele, Ele promete uma recompensa. Jesus disse ao servo fiel: "Garanto-lhes que ele o encarregará de todos os seus bens." (Mateus 24:47)

Muitas vezes, só pensamos no "aqui e agora", enquanto Deus pensa no futuro. A vida não é somente esse tempo na Terra antes de morrermos. Ela continua. E o que faremos lá está conectado com o modo como vivemos agora.

Então queremos focar somente em sermos fieis ao Senhor agora. Porque o Senhor voltará. E isso pode acontecer a qualquer momento.

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

A Verdade Sobre Intolerância

"Antes de tudo saibam que, nos últimos dias, surgirão escarnecedores zombando e seguindo suas próprias paixões." (2 Pedro 3:3)

Provavelmente, mais do que em qualquer outro período da história, existam pessoas que se dizem espirituais. Se você perguntar a alguém: "Você acredita em Deus?" ele irá possivelmente responder: "Bem, sou uma pessoa muito espiritualizada. Não estou em nenhuma organização religiosa, mas sou muito espiritualista."

Dessa forma, as pessoas querem dizer que pegam um pouco disso, um pouco daquilo, misturam com suas próprias ideias e então criam um próprio sistema de crença.

Tenho notado que as pessoas mais intolerantes são justamente aquelas que falam sobre tolerância. Cristãos são constantemente acusados de serem intolerantes, acho que de fato esse não é o caso. Um verdadeiro cristão, que se baseia na Bíblia de fato, que quer que os outros venham a crer em Jesus e que tenta levá-los à fé, é tolerante. Por tolerante, refiro-me à pessoa que está disposta a aceitar o fato de que as pessoas podem ter suas crenças.

Não forçamos nossas crenças a ninguém. Não ameaçamos matar as pessoas caso não creiam no que cremos. Tentamos sim, conduzi-las ao bom caminho, mas fazemos isso com amor. Procuramos pessoas em necessidade e mostramos compaixão a elas através de nossas ações. Claro, queremos que elas cheguem à fé, mas somos verdadeiramente tolerantes.

Por outro lado, as pessoas intolerantes são aquelas que falam o tempo todo sobre tolerância. São aqueles que dizem "acho que todos devemos simplesmente ficar sossegados, que cada um deveria poder viver sua vida como quisesse e expressar livremente as suas opiniões."

Mas se você ousar expressar a sua opinião como Cristão e dizer que a Bíblia é a palavra de Deus, eles vão dizer que você tem a mente fechada e é fanático.
Como se vê, eles não são nem um pouquinho tolerantes.
Link para o texto original

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Pronto ou Não?

"Como foi nos dias de Noé, assim também será na vinda do Filho do homem. Pois nos dias anteriores ao dilúvio, o povo vivia comendo e bebendo, casando-se e dando-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca; e eles nada perceberam, até que veio o dilúvio e os levou a todos. Assim acontecerá na vinda do Filho do homem." (Mateus 24:37-39)

Jesus disse que o dia da sua vinda será semelhante ao tempo de Noé. Gênesis 6 registra isso como uma época de muita maldade: "O Senhor viu que a perversidade do homem tinha aumentado na terra e que toda a inclinação dos pensamentos do seu coração era sempre e somente para o mal." (versículo 5). Era como se o pecado já estivesse saindo pelo ladrão, quase como uma lata de lixo transbordando. Assim é como era moralmente o mundo daquele tempo.

Então Deus disse a Noé que construísse um barco realmente grande, uma arca. E nesta arca, Noé iria abrigar sua família e os animais, enquanto Deus julgasse o mundo com uma poderosa enchente.

E qual foi a reação das pessoas que viveram no tempo de Noé? Zombaria. Nunca havia chovido até então. Uma brisa cobria toda Terra, criando um efeito estufa. Mas essa brisa basicamente seria desfeita e o julgamento de Deus viria pela chuva. As pessoas não acreditavam que isso iria acontecer, elas riram de Noé, de sua arca e de suas previsões.

Isso é como as pessoas vão reagir aos crentes antes da volta de Cristo. A Bíblia nos diz que um aspecto específico do fim dos tempos é que as pessoas vão zombar dos cristãos que acreditam que Jesus vai voltar. Como 2 Pedro 3:3-4 diz: "Antes de tudo saibam que, nos últimos dias, surgirão escarnecedores zombando e seguindo suas próprias paixões. Eles dirão: 'O que houve com a promessa da sua vinda? Desde que os antepassados morreram, tudo continua como desde o princípio da criação'."

Claro, vemos isso acontecendo agora. As pessoas dizem coisas como: "Oh, Jesus prometeu voltar, não é? Bem, onde ele está?"

Elas não acreditaram na primeira vez. E não vão acreditar na segunda.

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Uma Porta de Oportunidade

"Conheço as suas obras. Eis que coloquei diante de você uma porta aberta que ninguém pode fechar. Sei que você tem pouca força, mas guardou a minha palavra e não negou o meu nome."(Apocalipse 3:8)

Jesus diz, a respeito da igreja do fim dos tempos: "Conheço as suas obras. Eis que coloquei diante de você uma porta aberta que ninguém pode fechar. Sei que você tem pouca força [...]" (Apocalipse 3:8). A porta é símbolo de oportunidade.

O apóstolo Paulo usou o conceito da porta aberta para ilustrar sua oportunidade de compartilhar o evangelho. Ele disse: "Quando cheguei a Trôade para pregar o evangelho de Cristo, [...] o Senhor me havia aberto uma porta" (2 Coríntios 2:12).

Jesus não apenas abriu a porta da oportunidade, mas Ele também tem a chave. Ele Se descreve como Aquele "que é santo e verdadeiro, que tem a chave de Davi. O que ele abre ninguém pode fechar, e o que ele fecha ninguém pode abrir" (Apocalipse 3:7). Não há porta tão bem fechada que Deus não possa abrir. Não há nada que seja impossível para Ele. Ou, para dizer de outro modo, nenhuma pessoa está fora do alcance de Deus.

Vivemos numa época crítica da história humana. Acho que pode ser melhor resumida nas palavras iniciais de Um Conto de Duas Cidades, de Charles Dickens: "Aquele foi o melhor dos tempos, foi o pior dos tempos..."

Esse é o mundo de hoje, não acha? É o melhor dos tempos e o pior dos tempos. Em certos aspectos, nunca estivemos pior moralmente. Ainda assim, há muita oportunidade para o evangelho. Há uma porta aberta para os descrentes. Então, aproveite essas portas que Deus abre.
Link para o texto original