terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Remorso ou Arrependimento?

"A tristeza segundo Deus produz um arrependimento que leva à salvação e não remorso, mas a tristeza segundo o mundo produz morte." (2 Coríntios 7:9)

Há uma diferença entre arrependimento e remorso. Remorso é estar ressentido por ter sido apanhado. Por exemplo, se você fosse roubar um banco, fugisse por algum tempo, e depois fosse preso, você sentiria remorso. Por que? Porque você foi pego.

Ou, se você estivesse dirigindo por uma estrada e fosse pego por um radar, você sentiria remorso. Por que? Porque você foi pego, não porque ultrapassou o limite de velocidade. Isso não é arrependimento; isso é remorso. Arrependimento é estar ressentido o suficiente para parar e mudar de comportamento.

Judas Iscariotes sentiu remorso por ter traído Jesus. Ele sabia que Jesus era inocente. Ele sabia que o que ele fez estava errado. E se ele estivesse arrependido, ainda poderia ter se voltado para Jesus. Mas, em vez disso, ele se voltou para os líderes religiosos. 

E o que isso fez por ele? Eles disseram, de fato: "Sabe de uma coisa? O que é isso para nós? Esse é o seu problema. Você cumpriu o seu propósito. Saia daqui."
Isso é muito típico neste mundo. Ele promete liberdade, mas traz escravidão. Promete gozo, mas traz culpa. Em vez de felicidade, traz tristeza. Em vez de prazer, traz dor. Judas não tinha um amigo no mundo, exceto Jesus. E Judas O traiu. Então Judas se voltou para a religião e a religião não tinha nada a lhe oferecer. Ele precisava de Cristo.

Religião é como colocar um Band-Aid quando você precisa de cirurgia. Não precisamos de um pouco de religião, porque um pouco de religião - ou até mesmo um monte - não nos ajudará. Precisamos é de um monte de Jesus. 

Para onde a sua culpa o conduzirá? Se você se sentir culpado pelo seu pecado, eis aonde você precisa ir: a Cristo. É o único lugar a ir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário