quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

O Alarme da Consciência

"Vocês se esqueceram da palavra de ânimo que ele lhes dirige como a filhos: 'Meu filho, não despreze a disciplina do Senhor, nem se magoe com a sua repreensão, pois o Senhor disciplina a quem ama, e castiga todo aquele a quem aceita como filho'." (Hebreus 12:5-6)

Você nunca deixará de pecar enquanto estiver respirando. Mesmo que você seja um cristão, você vai pecar. Mas há uma diferença entre ser um pecador e o pecado ser a sua vida. E se você for um verdadeiro cristão, o pecado não será o padrão da sua vida.

Como diz 1 João 3:9 "Todo aquele que é nascido de Deus não pratica o pecado, porque a semente de Deus permanece nele; ele não pode estar no pecado, porque é nascido de Deus."

Se você, como cristão, começa a se mover na direção errada e está ponderando fazer algo pecaminoso, você sente a persuasão do Espírito Santo lhe dizendo para não fazer. O fato de você estar ciente de que está errado e que não deve fazer algo é um bom sinal. E se você acabar fazendo o que sabe que é errado e sentir profunda culpa sobre isso, também é um bom sinal. Isso significa que o alarme em sua consciência está funcionando.

É como um alarme de fumaça que alerta você para do perigo ou a necessidade de chamar ajuda. É assim que a nossa consciência funciona. Ela nos diz que o que estamos fazendo é errado.

O tempo para se preocupar é quando você cogitar um pecado e não sentir qualquer condenação, quando passar pelo pecado e não sentir nenhuma culpa. Isso significa que seu alarme não está funcionando ou foi desativado ou então, nem sequer existe mais.

Talvez você tenha sentido a mão disciplinadora de Deus em sua vida. Talvez você esteja se sentindo culpado. Alegre-se! Isso significa que sua consciência está funcionando. Se Deus lhe repreende quando você se desvia, isso é uma indicação de que você é Seu filho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário