quinta-feira, 3 de novembro de 2016

A Verdade Sobre Intolerância

"Antes de tudo saibam que, nos últimos dias, surgirão escarnecedores zombando e seguindo suas próprias paixões." (2 Pedro 3:3)

Provavelmente, mais do que em qualquer outro período da história, existam pessoas que se dizem espirituais. Se você perguntar a alguém: "Você acredita em Deus?" ele irá possivelmente responder: "Bem, sou uma pessoa muito espiritualizada. Não estou em nenhuma organização religiosa, mas sou muito espiritualista."

Dessa forma, as pessoas querem dizer que pegam um pouco disso, um pouco daquilo, misturam com suas próprias ideias e então criam um próprio sistema de crença.

Tenho notado que as pessoas mais intolerantes são justamente aquelas que falam sobre tolerância. Cristãos são constantemente acusados de serem intolerantes, acho que de fato esse não é o caso. Um verdadeiro cristão, que se baseia na Bíblia de fato, que quer que os outros venham a crer em Jesus e que tenta levá-los à fé, é tolerante. Por tolerante, refiro-me à pessoa que está disposta a aceitar o fato de que as pessoas podem ter suas crenças.

Não forçamos nossas crenças a ninguém. Não ameaçamos matar as pessoas caso não creiam no que cremos. Tentamos sim, conduzi-las ao bom caminho, mas fazemos isso com amor. Procuramos pessoas em necessidade e mostramos compaixão a elas através de nossas ações. Claro, queremos que elas cheguem à fé, mas somos verdadeiramente tolerantes.

Por outro lado, as pessoas intolerantes são aquelas que falam o tempo todo sobre tolerância. São aqueles que dizem "acho que todos devemos simplesmente ficar sossegados, que cada um deveria poder viver sua vida como quisesse e expressar livremente as suas opiniões."

Mas se você ousar expressar a sua opinião como Cristão e dizer que a Bíblia é a palavra de Deus, eles vão dizer que você tem a mente fechada e é fanático.
Como se vê, eles não são nem um pouquinho tolerantes.
Link para o texto original

Nenhum comentário:

Postar um comentário