sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Um Pai Generoso

"Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido." (João 15:7)

Um adolescente que tinha acabado de receber sua carteira de motorista estava pedindo para usar o carro da família. Seu pai, que era conhecido por ser mesquinho, disse-lhe: "Vou fazer um trato com você, filho. Se você receber notas altas na escola neste semestre, mantiver seu quarto limpo e arrumado, cortar a grama, tirar o lixo duas vezes na semana e cortar esse seu cabelo, vou deixá-lo dirigir o carro da família."

Poucos meses depois, o rapaz voltou para o seu pai e disse-lhe que havia tirado notas altas naquele semestre, tirado o lixo duas vezes na semana e tinha feito todas as suas tarefas. Seu pai tomou nota de tudo e em seguida, disse: "Mas Filho, notei que você não cortou o seu cabelo."

O rapaz respondeu: "Mas pai, Jesus tinha cabelo comprido."

"Isso é verdade", o pai disse ao filho. "E Jesus também andou a pé por todos os lugares onde ia. Então, vá cortar o seu cabelo."

Felizmente, como crentes, não temos um pai mesquinho. Temos um Pai no céu que gosta de nos abençoar e de nos dar presentes caros. Ele é mais do que generoso. Jesus disse: "Não tenham medo, pequeno rebanho, pois foi do agrado do Pai dar-lhes o Reino." (Lucas 12:32). Então vamos até Ele dia após dia buscando Sua bênção e a Sua provisão.

O objetivo da oração é fazer com que a nossa vontade se alinhe à vontade de Deus. E uma vez que isso aconteça, veremos nossas orações respondidas mais frequentemente de forma afirmativa. Jesus resumiu desta forma: "Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido" (João 15:7). Se permanecermos n'Ele, se investimos tempo em Sua Palavra, Ele vai nos mudar. E isso também mudará as coisas pelas quais oramos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário