sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Mantendo as Aparências

"Então, um dos Doze, chamado Judas Iscariotes, dirigiu-se aos chefes dos sacerdotes e lhes perguntou: 'O que me darão se eu o entregar a vocês?' E eles lhe fixaram o preço: trinta moedas de prata" (Mateus 26:14-15)

Há um velho ditado Inglês que diz: "Ainda que velho, o homem por si só tem um preço. Por 30 moedas Judas vendeu-se, não a Cristo."

Pensamos que Judas vendeu Jesus mas, na verdade, o que ele vendeu foi a sua própria alma. Quanto vale uma alma? Judas imaginou que 30 moedas de prata eram suficientes.

E não só isso, ele traiu Jesus com um beijo - um beijo do inferno. Judas poderia ter apontado para Jesus e dito: "Ok, pessoal, aquele é Jesus. Levem-no. E agora entreguem o meu dinheiro." Mas não. Ao invés disso, Judas foi até Jesus e no que parecia ser um ato de afeto e devoção, beijou Jesus na bochecha. Judas queria parecer ser espiritual.

Há pessoas assim ainda hoje. Elas são espiritualmente doentes por dentro e, por fora, querem parecer piedosas. Judas é a prova de que a associação com a piedade não é garantia nenhuma de que você vai ser piedoso. Você acha que andar ao redor de pessoas piedosas vai fazer você piedoso? De modo algum. Elas podem ser uma boa influência para você (e eu recomendo muito que você ande com pessoas piedosas e que também você se torne uma pessoa piedosa que influencia os outros). Entretanto, essas coisas por si só não irão mudar o seu caráter.

Seria como ir a um restaurante com os amigos e, enquanto eles fazem os pedidos no menu, você diz: "Oh, eu não vou pedir nada. Só irei olhar para as figuras desse menu. Isso vai satisfazer as minhas necessidades e encher o meu estômago."

Você não pode crescer espiritualmente simplesmente andando com pessoas piedosas. Para crescer sábio e desenvolver-se espiritualmente, você deve pessoalmente tomar o que Jesus oferece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário