sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Ele Nunca Desiste

"Qual de vocês que, possuindo cem ovelhas, e perdendo uma, não deixa as noventa e nove no campo e vai atrás da ovelha perdida, até encontrá-la?" (Lucas 15:4)

O Salmo 23 é uma passagem clássica que nos retrata como ovelhas e Deus como o nosso Pastor:

"O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta. Em verdes pastagens me faz repousar e me conduz a águas tranquilas; restaura-me o vigor. Guia-me nas veredas da justiça por amor do seu nome"(versículos 1-3).

Ovelhas são tão estúpidas que às vezes têm de ser forçadas a comer sua comida. Se um pastor não as conduz, ficam no mesmo lugar, fuçando a terra, mesmo muito depois da grama ter acabado. Também têm de ser levadas até a água para beber.

Esse salmo continua e diz: "a tua vara e o teu cajado me protegem" (versículo 4). O pastor tem sua vara e seu cajado, os quais precisa usar com seu rebanho rebelde. A vara é um pau e o cajado é uma ferramenta longa e curvada na ponta. Quando as ovelhas se desviam, o pastor as puxa com seu cajado. Se chega um predador ou ameaça, ele usa a vara para proteger o rebanho. Mas às vezes ele também usa a vara para discipliná-las, para que não acabem mortas em algum lugar.

Embora Deus nos ame e tenha em mente o melhor para nós, às vezes nos desviamos. E o que é que Deus faz nessas circunstâncias? Ele procura por nós.

Em Lucas 15, Jesus dá três imagens de como Deus nos busca. Uma é a do pastor que deixa suas 99 ovelhas e vai procurar a que se desviou. Ele não para de buscar até que a encontre. E isso é algo de que temos de nos lembrar acerca de Deus. Ele segue buscando. Apesar de nossa dispersão, Ele nunca desiste de nós.
Link para o texto original

Nenhum comentário:

Postar um comentário