terça-feira, 2 de agosto de 2016

A Pergunta Final

"Por isso Deus o exaltou a mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai." (Filipenses 2:9-11)

Quando Jesus falou aos discípulos sobre sua morte iminente e ressurreição, foi mal compreendido. Eles pareciam não entender direito. O problema foi que eles tinham visões de grandeza. Eles imaginaram que Jesus instituiria o Seu reino terreno onde iria governar e reinar, onde todos viveriam felizes para sempre. É por isso que, após a alimentação dos 5.000, Jesus os fez entrar no barco e saiu. O povo queria levar Jesus e fazê-lo rei à força.

Jesus estava prestes a revelar algo a Seus discípulos, algo que eles não tinham entendido até então, e foi simplesmente isto: Ele morreria em uma cruz. Haveria uma crucificação. Haveria uma ressurreição. Haveria uma segunda vinda. E então o Seu reino seria estabelecido.

Então, Jesus fez uma pergunta muito importante para eles: "Quem os homens dizem que o Filho do Homem é?" (Mateus 16:13). Esta questão ainda está sendo posta para nós hoje - e é a questão mais importante que alguém possa responder.

Há realmente apenas quatro opções, quatro respostas a essa grande pergunta Cristã. Ou Jesus era uma lenda, um mentiroso, um lunático, ou o Senhor. Sabemos que Ele não era uma lenda, porque há evidências históricas suficientes para confirmar claramente que Jesus Cristo viveu e morreu em um tempo específico. Outros dirão que Ele estava mentindo sobre tudo o que disse, enquanto outros dirão  ainda que Ele era um louco delirante.

Mas temos que responder a esta pergunta que Jesus fez. E, finalmente, todos, em todos os lugares vão dizer que Jesus Cristo é o Senhor. Cristãos, céticos, agnósticos, ateus, todos, independentemente de sua religião, um dia, terão que reconhecerr que Jesus Cristo é o Senhor, quando estiverem diante de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário