segunda-feira, 11 de julho de 2016

Tempestades Que Protegem

"Logo em seguida, Jesus insistiu com os discípulos para que entrassem no barco e fossem adiante dele para o outro lado, enquanto ele despedia a multidão" (Mateus 14:22)

Às vezes uma tempestade surge em nossas para nos proteger de algo pior. É difícil de aceitar. É possível que uma provação seja melhor que o sucesso? Algumas vezes sim, porque há coisas que só aprendemos dessa forma.

Esse é o tipo de tempestade que os discípulos enfrentaram quando Jesus os fez entrar em um barco e ir para o outro lado do mar da Galileia. A encrenca estava se formando. Jesus tinha acabado de alimentar a multidão, e "Sabendo Jesus que pretendiam proclamá-lo rei à força, retirou-se novamente sozinho para o monte" (João 6:15). Efetivamente o povo disse: "Você vai ser o nosso rei, quer você goste ou não, porque você é o tipo de rei que queremos. Ressuscitar os mortos? Isso é legal. Restaurar a visão dos cegos? Isso é bom. Comida grátis? Agora sim, estamos conversando." Eles essencialmente estavam usando Jesus.

Assim, Ele enviou os discípulos para longe, porque sabia que isso iria destruí-los. Em mais de uma ocasião, eles haviam discutido sobre quem seria o maior no reino. Para a sua própria proteção, Jesus teve que tirá-los de lá o mais rápido possível. Ele estava dizendo basicamente: "Rapazes, eu os estou poupando de um grande sucesso, o qual só iria destruí-los neste momento de suas vidas. Portanto, entrem no barco".

Precisamos lembrar que aquele que despertou a tempestade é também o refúgio nela. Deus permitirá calamidades em sua vida para lhe mostrar o Seu poder. Tempestades virão. Não há como fugir delas. Jesus sabia que uma tempestade estava vindo quando enviou os discípulos para longe - mas ele estava com eles naquela tempestade. E Ele estará com você também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário