terça-feira, 24 de maio de 2016

Trabalho em Equipe

“Então lhes falou muitas coisas por parábolas, dizendo: 'O semeador saiu a semear.'” (Mateus 13:3)

Em contraste com a agricultura do século XXI, a atividade agrícola no primeiro século era muito simples. Um fazendeiro iria plantar suas mudas jogando sementes enquanto caminhava, de uma forma relativamente aleatória. Algumas vezes o vento levaria as sementes. Algumas acabariam nas estradas, outras acabariam em solo cheio de rochas ou ervas. E algumas cairiam em solo fértil e receptivo.

Da mesma forma, somos chamados para lançar as sementes da Palavra de Deus tão longe quanto pudermos e para o maior número possível de pessoas. E não sabemos aonde as sementes estão caindo. Assim como Paulo escreveu aos crentes de Corinto: “Eu plantei, Apolo regou, mas Deus é quem fazia crescer; de modo que nem o que planta nem o que rega são alguma coisa, mas unicamente Deus, que efetua o crescimento. O que planta e o que rega têm um só propósito, e cada um será recompensado de acordo com o seu próprio trabalho.” (1 Coríntios 3:6-8)

Aqueles que creem e que nem mesmo se conhecem, estão efetivamente trabalhando juntos. Quando os Cristãos saem e compartilham sua fé com outros, estão plantando a semente. Um pouco depois, quando pessoas que ouviram o evangelho encontram crentes que vivem uma vida para Deus, o estilo de vida destes cristãos, de fato, rega a semente que foi plantada. E depois, alguém convida aquela pessoa para um estudo da Bíblia ou para ir a uma Igreja, onde eles ouvem o Evangelho e respondem a Palavra.

As pessoas que plantaram as sementes, que regaram, que colheram, são secundárias. Deus é quem realiza a conversão, mas Ele trabalha através daqueles que creem, que trabalham juntos como um time.
Link para o texto original

Nenhum comentário:

Postar um comentário