segunda-feira, 30 de maio de 2016

A Verdade Sobre a Riqueza

"Ordene aos que são ricos no presente mundo que não sejam arrogantes, nem ponham sua esperança na incerteza da riqueza, mas em Deus, que de tudo nos provê ricamente, para a nossa satisfação." (1 Timóteo 6:17)

Quando Jesus disse: "Não acumulem para vocês tesouros na terra" (Mateus 6:19), o termo "acumular" não fala simplesmente de ter posses, mas de suas posses terem você. "Acumular" poderia ser melhor traduzido como "esconder" ou "estocar".

Jesus não estava dizendo que é errado ter coisas. Ele estava alertando para o perigo de tornar-se materialista – deixando que as coisas sejam mais importantes do que Deus.

Deus nos criou para amar as pessoas e usar as coisas, mas um materialista ama as coisas e usa as pessoas. Não há nada de errado em ter posses e uma carreira de sucesso. O apóstolo Paulo escreveu: "Ordene aos que são ricos no presente mundo que não sejam arrogantes, nem ponham sua esperança na incerteza da riqueza, mas em Deus, que de tudo nos provê ricamente, para a nossa satisfação." (1 Timóteo 6:17). Deus pode abençoar uma pessoa. De fato, lemos na Bíblia sobre aqueles que eram ricos, tais como Abraão, Jó, Davi, José de Arimatéia e Barnabé.

Jesus não exalta a pobreza como alguma grande virtude. Na verdade, apenas uma vez Ele disse a alguém (para o jovem rico) para vender seus bens e dá-los aos pobres. Acho que foi porque aquele jovem estava possuído pelas suas posses. Porque quando Jesus disse "Se você quer ser perfeito, vá, venda os seus bens e dê o dinheiro aos pobres, e você terá um tesouro no céu. Depois, venha e siga-me" (Mateus 19:21), a Bíblia diz que ele retirou-se triste. Foi um teste para ver se Deus era mais importante para ele do que as suas coisas.

O dinheiro não é a raiz de todos os males; o amor a ele é que é. O problema com a riqueza não está em tê-la. Está em como a obtemos, em como a guardamos e em como a usamos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário