quarta-feira, 30 de março de 2016

O Prático Filipe

"No dia seguinte Jesus decidiu partir para a Galiléia. Quando encontrou Filipe, disse-lhe: 'Siga-me'." (João 1:43)

O mais interessante sobre Filipe, um dos Doze Apóstolos, é que ele foi pessoalmente buscado por Jesus. Enquanto Filipe levou Natanael a Jesus e André levou Pedro a Jesus, ninguém levou Filipe a Jesus. Ao contrário: Jesus foi direto até ele. O Evangelho de João diz: "No dia seguinte Jesus decidiu partir para a Galiléia. Quando encontrou Filipe, disse-lhe: 'Siga-me'." (João 1:43). Geralmente Deus chega a pessoas através de outras pessoas, mas esse caso foi uma exceção.

Não sabemos muito sobre Filipe. Os Evangelhos de Mateus, Marcos e Lucas não nos dão detalhes a seu respeito. Todos os versículos sobre Filipe aparecem no Evangelho de João. E a partir desse Evangelho descobrimos que ele era um tipo de pessoa totalmente diferente de Pedro, André, Tiago ou João. Ele geralmente andava com Natanael (também conhecido como Bartolomeu), o qual foi levado a Jesus através dele.

Filipe também aparece no relato do João sobre o episódio da multiplicação dos pães e peixes, onde Filipe provavelmente era o encarregado de todos os suprimentos de comida. Ele era o tipo de pessoa prática, sempre pensando no objetivo a ser alcançado. E nessa ocasião, Jesus, buscando testar a fé de Filipe, fez-lhe a seguinte pergunta, enquanto o povo se aproximava: "Onde compraremos pão para esse povo comer?" (João 6:5). Filipe respondeu: "Duzentos denários não comprariam pão suficiente para que cada um recebesse um pedaço!" (João 6:7). Filipe não foi muito bem nesse teste. Ele não era aquele que tinha a maior fé, mas era um seguidor de Jesus que foi usado por Deus.

E, de acordo com a história da igreja, Filipe deu sua vida por Cristo, sendo apedrejado até a morte depois de ter levado o Evangelho a muitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário