quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Perseguindo a Santidade

"Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus." (Mateus 5:8)

Uma pessoa feliz será uma pessoa santa, porque Jesus disse: "Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus" (Mateus 5:8). Mas quem poderia ser puro de coração? Você pode. Eu posso. Devemos entender o que esta afirmação significa. Por puros de coração, Jesus não está dizendo que nunca poderemos ter uma impureza em nossos corações, ou que nunca poderemos ser inconsistentes. Caso contrário, todos seríamos desclassificados, porque a Bíblia ensina claramente que "o coração é mais enganoso que qualquer outra coisa e sua doença é incurável [...]." (Jeremias 17:9).

É assim que funciona: chegamos diante de Deus pobres de espírito; nós nos vemos como realmente somos; nós lamentamos sobre a nossa condição; e, assim como o salmista, oramos: "Cria em mim um coração puro, ó Deus, e renova dentro de mim um espírito estável." (Salmo 51:10).

No mundo atual, muitas vezes o coração é referido como sendo o centro da emoção e a mente como sendo o centro da razão. Mas na cultura hebraica, o coração se referia a tudo. O coração era o centro da personalidade. Ele é tanto o centro das emoções, como da mente. E incluiu o processo de pensamento. Provérbios 23:7 diz: "Porque, como (o homem) imaginou no seu coração, assim é ele."

O coração é o centro de quem você é. Isto significa que, com todo o seu ser, você deve ser puro. Mas ser puro não significa ser impecável. Uma boa tradução da palavra "puro" seria "focado". Então, ser puro de coração significa ter uma devoção focada em Jesus.

Ser puro de coração é procurar viver uma vida santa, porque esse é o segredo da felicidade. Se você quer ser feliz, procure ser santo. Não persiga a felicidade. Persiga a santidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário