quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Nas Profundezas do Mar

"De novo terás compaixão de nós; pisarás as nossas maldades e atirarás todos os nossos pecados nas profundezas do mar." (Miquéias 7:19)

Há alguns anos atrás eu estava mergulhando com alguns amigos no Havaí. Estávamos cerca de cinco metros de profundidade e, apesar disso, notei que o fundo estava ficando cada vez mais longe. Alcançamos um enorme penhasco e de lá para o fundo não conseguia ver mais nada. Então me afastei um pouco do precipício e olhei para aquele vasto vazio. Ele me intrigou um pouco. Comecei a pensar em Jonas e a baleia. O tema do filme "Tubarão" começou a soar na minha mente. A enorme profundidade do oceano era assustadora.

A Bíblia nos diz que Deus lança nossos pecados nas profundezas do oceano: "Quem é comparável a ti, ó Deus, que perdoas o pecado e esqueces a transgressão do remanescente da sua herança? Tu que não permaneces irado para sempre, mas tens prazer em mostrar amor. De novo terás compaixão de nós; pisarás as nossas maldades e atirarás todos os nossos pecados nas profundezas do mar!" (Miquéias 7:18-19).

Quando cremos em Jesus, um novo quadro nos é dado, um novo começo. Todas as evidências do pecado e da culpa são completamente dizimadas. Quando cremos em Jesus, somos perdoados. Você já fez algo de que esteja envergonhado? Eu fiz. Tenho feito coisas que desejaria não ter feito e disse coisas que desejaria não ter dito. Mas quando somos justificados pela fé em Cristo, Deus perdoa todas essas coisas. Ele as joga fora.

Deus tomou os nossos pecados e lançou-os nas profundezas do mar. Eles se foram. Eles estão perdoados. E não só eles estão perdoados, como também estão esquecidos. Isso não significa que Deus tenha tido um lapso de memória. Ele simplesmente optou por não se lembrar mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário