segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Você é um Cristão Salgado?

"Vocês são o sal da terra. Mas se o sal perder o seu sabor, como restaurá-lo? Não servirá para nada, exceto para ser jogado fora e pisado pelos homens." (Mateus 5:13)

Se você está amando a Deus mais do que qualquer um ou qualquer outra coisa, se estiver tomando a sua cruz e seguindo Jesus, você vai fazer diferença e vai impactar a sociedade em que vive. A igreja do primeiro século virou seu mundo de cabeça pra baixo porque vivia dessa forma.

E é por esta mesma razão que a igreja do século 21 não vai virar o nosso mundo de cabeça pra baixo. - E sabe porque? Há um número insuficiente de pessoas vivendo dessa maneira. Temos seguidores que "vão na onda", mas muito poucos são verdadeiramente discípulos.

Jesus disse: "O sal é bom, mas se ele perder o sabor, como restaurá-lo? Não serve nem para o solo nem para adubo; é jogado fora. Aquele que tem ouvidos para ouvir, ouça" (Lucas 14:34-35). De que serve um sal que não é salgado? E de que serve um cristão que não vive como um cristão? Um cristão que quer apenas misturar-se e nunca falar sobre o que é verdade?

O sal, no primeiro século, era mais do que um mero tempero. Naquela época, o sal era uma valiosa mercadoria – tão valiosa, de fato, que os romanos, às vezes, eram pagos em sal. Daí a expressão salário. Quando Jesus disse: "Vocês são o sal da terra" (Mateus 5:13), Ele estava dizendo: "Vocês são valiosos. Vocês podem fazer a diferença."

Um pouco de sal pode mudar algumas coisas. Pode realçar o sabor. E assim como o sal faz a diferença, um cristão numa situação de trevas também pode fazer a diferença. O sal também estimula a sede. Os cristãos que vivem suas vidas da maneira como deveriam, irão estimular nos outros uma sede de Jesus Cristo.

O sal é valioso. O sal faz a diferença. O sal estimula a sede. Então, seja um cristão salgado. Seja um representante de Jesus Cristo em nossos dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário