sexta-feira, 4 de setembro de 2015

O Prazer de Deus

"Dá-nos cada dia o nosso pão cotidiano." (Lucas 11:3)

Por que é que este Deus onisciente, onipotente e onipresente, que criou todo o universo, iria cuidar de você e de mim? Como Jó disse: "Que é o homem, para que lhe dês importância e atenção...?" (Jó 7:17). Por que Deus se preocupa com as nossas necessidades e até mesmo com os nossos desejos? Por que Ele compromete-se a nos dar o nosso pão de cada dia?

Muitas razões poderiam ser citadas, mas creio que a mais significativa é: porque Ele nos ama. E adivinhe? Ele adora nos abençoar. Nosso Deus é generoso. Ele não é mesquinho. Deus ama nos abençoar.

Jesus disse: "Não tenham medo, pequeno rebanho, pois foi do agrado do Pai dar-lhes o Reino" (Lucas 12:32). No entanto, Ele nos ensinou a orar: "Dá-nos cada dia o nosso pão cotidiano" (Lucas 11:3). Note que Jesus não disse: "Dá-nos cada mês a comida que precisamos", ou "Dá-nos cada ano a comida que precisamos." Caso contrário, é provável que O invocariam apenas mensal ou anualmente. Em vez disso, Deus arranja as coisas de tal maneira que devemos depender dele diariamente.

Outra coisa que reconhecemos quando oramos "dá-nos cada dia o nosso pão cotidiano" é que tudo o que temos vem de Deus. Claro que você pode trabalhar duro, economizar e investir sabiamente, pode comprar a sua própria comida e roupas e pagar o seu carro ou qualquer outra coisa. Mas aqui está o que você precisa lembrar: tudo veio de Deus, não importa o quê. Deuteronômio 8:18 nos lembra: "Mas, lembrem-se do Senhor, do seu Deus, pois é Ele que lhes dá a capacidade de produzir riqueza [...]" O ponto é reconhecer que tudo o que temos vem de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário