quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Da Tragédia à Vitória

"Como vocês sabem, nós consideramos felizes aqueles que mostraram perseverança. Vocês ouviram falar sobre a paciência de Jó e viram o fim que o Senhor lhe proporcionou. O Senhor é cheio de compaixão e misericórdia." (Tiago 5:11)

Para nós é fácil lermos a história de Jó e criticá-lo em determinados pontos. Mas precisamos ter em mente que Jó nunca leu o Livro de Jó. Ele não sabia que iria dar certo no final. Ele não sabia sobre as conversas entre Deus e Satanás. Ele não sabia por que tudo aquilo estava acontecendo. Tudo o que sabia era que, num dia, tudo ia muito bem e, no dia seguinte, seu mundo desabou sem nenhuma explicação à qual ele pudesse ter acesso. No entanto, Jó perseverou em sua fé e integridade.

Lemos em Tiago 5:11: "Como vocês sabem, nós consideramos felizes aqueles que mostraram perseverança. Vocês ouviram falar sobre a paciência de Jó e viram o fim que o Senhor lhe proporcionou. O Senhor é cheio de compaixão e misericórdia."

Há coisas na vida que não entendemos. Deus pode transformar o mal em bem. Isso não significa que o mau se torna bom, porque mau é mau. Mas significa que Deus pode trazer o bem apesar do mal, que nossas tribulações podem trazer coisas boas. Como Hebreus 12:11 diz: "Nenhuma disciplina parece ser motivo de alegria no momento, mas sim de tristeza. Mais tarde, porém, produz fruto de justiça e paz para aqueles que por ela foram exercitados."

Antes de disciplinar uma criança, os pais às vezes dizem: "Isso vai doer mais em mim do que em você." Enquanto isso, a criança está pensa: ah tá, até parece! É assim que nos sentimos quando somos disciplinados ou estamos passando por dificuldades. Isso dói. Mas também traz algo de bom.

Deus pode pegar a maior das tragédias e transformá-la na maior das vitórias.
Link para o texto original

Nenhum comentário:

Postar um comentário