sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Não é Deste Mundo

"O meu Reino não é deste mundo. Se fosse, os meus servos lutariam para impedir que os judeus me prendessem. Mas agora o meu Reino não é daqui" (João 18:36)

Tantas vezes o mundo distorce o que os cristãos dizem. Tira conclusões erradas porque não se dispõe a ouvir atentamente a mensagem do evangelho. Jesus disse: "O meu Reino não é deste mundo. Se fosse, os meus servos lutariam para impedir que os judeus me prendessem. Mas agora o meu Reino não é daqui" (João 18:36).

Os primeiros cristãos foram insultados e criticados pelo que faziam - e até acusados de traição. Insinuava-se que estivessem defendendo, na verdade, a derrubada de César, o que não era verdade. Houve um completo mal-entendido sobre quais eram realmente os objetivos dos cristãos. Qualquer um que ouvisse atentamente um pouco do que eles diziam, perceberia facilmente que aqueles cristãos não buscavam estabelecer um reino na terra. Eles não pretendiam derrubar César nem tampouco Roma.

Vale notar, porém, que os cristãos do primeiro século não fizeram tentativa alguma de vencer o paganismo com reações de revide. Ao contrário, superaram os descrentes em pensamentos, orações e vida. Suas armas foram positivas e não negativas. Eles oraram, pregaram e proclamaram a mensagem do evangelho.

Como resultado, aqueles cristãos tiveram impacto dramático sobre o seu mundo. No fim, prevaleceram. Olhando em retrospectiva, onde está Roma hoje? Já não é uma potência mundial. Lembramo-nos dos nomes dos grandes imperadores romanos? Da maior parte, não.

Houve ao longo da história numerosas tentativas de destruir a fé cristã. Mas todas elas fracassaram e sempre vão fracassar por uma razão muito simples: o cristianismo é Cristo. Ele vai prevalecer no fim e estabelecer o Seu reino. E por estarmos com Ele, também venceremos no final.

Nenhum comentário:

Postar um comentário