sexta-feira, 5 de junho de 2015

Orando Eficientemente

"Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a sua vontade, ele nos ouve." (1 João 5:14)

Se você quiser ver suas orações respondidas afirmativamente, se você quiser que Deus diga sim às suas orações mais frequentemente, então deverá orar segundo a vontade d'Ele.

Quando Jesus ensinou seus discípulos a orar, Ele lhes disse: "Quando orardes, dizei: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; seja feita a tua vontade, assim na terra, como no céu." (Lucas 11:2).

Às vezes Deus vai responder às nossas orações de forma diferente do que pensávamos que faria. Mas precisamos lembrar que o objetivo principal da oração é alinhar a nossa vontade à d'Ele. A verdadeira oração não é superar a relutância de Deus, mas sim deixar-se guiar pela Sua vontade. Oração não é ter a minha vontade atendida no céu, mas sim a vontade de Deus na terra.

O objetivo é orar segundo a vontade de Deus, porque 1 João 5:14 nos diz: "Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a sua vontade, ele nos ouve." Nada está fora do alcance da oração, exceto o que está fora da vontade de Deus.

Eu, particularmente, costumo orar pelo que acho ser certo; mas, no final, sempre digo: "No entanto, não seja feita a minha vontade, mas a Sua".

Depois de algum tempo, você começa a perceber que Deus sabe mais do que você e você vai realmente agradecer-lhe por suas orações não respondidas. Quando olhar para trás, você vai agradecer a Deus por Ele ter dito não a suas orações em momentos anteriores.

Portanto, não tenha medo de orar: "Venha o teu reino. Sua feita a tua vontade..." Não use isso como pretexto. Pelo contrário, isso é um reconhecimento de que você não sabe tudo, mas Deus sabe. E a vontade de Deus é melhor do que a sua própria vontade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário