quarta-feira, 10 de junho de 2015

O Trabalho do Espírito Santo

"Mas eu lhes afirmo que é para o bem de vocês que eu vou. Se eu não for, o Conselheiro não virá para vocês; mas se eu for, eu o enviarei. Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo." (João 16:7-8)

Às vezes é difícil para nós compreendermos que o Espírito Santo é uma pessoa e não uma coisa. Afinal, a Bíblia descreve o Espírito Santo como um vento impetuoso. Lemos a respeito de Sua vinda sobre os discípulos na forma de uma língua de fogo. Também lemos sobre Sua descida como uma pomba.

Mas vamos lembrar que Jesus é chamado o Pão da Vida e que o Pai é descrito como um refúgio, escondendo-nos sob a sombra de suas asas. Isso quer dizer que Jesus é um pão, ou que Deus é um pássaro gigante no céu? Claro que não. Estas são apenas metáforas para nos ajudar a entender Deus.

O Espírito Santo é uma pessoa e há um trabalho específico que Ele quer fazer. Isso inclui nos convencer do nosso pecado, não necessariamente do pecado em geral, para nos mostrar que somos pecadores. O Espírito Santo leva a mensagem da morte e ressurreição de Jesus, mostra-nos que é verdade e mostra-nos que precisamos nos voltar para Deus. Sem o poder de convencimento do Espírito, você nunca teria chegado a Jesus. É por isso que, quando estou orando por um incrédulo, oro para que Deus o convença através do Seu Espírito Santo.

O Espírito Santo não nos convence de nosso pecado para nos levar ao desespero, mas para nos enviar para os braços abertos de Jesus. Quando Pedro pregou no Dia de Pentecostes, Atos 2:37 diz "[...] os seus corações ficaram aflitos [...]". Esta expressão na língua original significa "cravado no coração"  descrevendo algo que é súbito e inesperado. O Espírito Santo vai apunhalá-lo, de fato, mas não é para lhe destruir.
É para mostrar a você a necessidade de Jesus na sua vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário