terça-feira, 16 de junho de 2015

O Nosso Intercessor

"Da mesma forma o Espírito nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos como orar, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis" (Romanos 8:26)

Há momentos em que estamos tão sobrecarregados, tão desanimados ou com tanto medo que não sabemos como orar ou pelo que orar. É aí que o Espírito Santo nos ajuda. Ele nos ajuda a orar.

Jesus se refere ao Espírito Santo como um conselheiro: "E eu pedirei ao Pai, e ele lhes dará outro Conselheiro para estar com vocês para sempre" (João 14:16). A palavra "conselheiro" que Jesus usou vem de parakletos, palavra grega que significa "chamado ao lado para ajudar." Também poderia ser traduzida como "ajudante" ou "assistente". Algumas versões traduzem parakletos como "intercessor", como disse Jesus em 1 João 2:1b: "Se, porém, alguém pecar, temos um intercessor [parakletos] junto ao Pai."

O Espírito Santo veio para nos ajudar, auxiliar, apoiar em nossas orações. O Espírito Santo veio para ser um intercessor e pleitear nossa causa perante o Pai, para nos defender. Por que? Porque nós nem sempre sabemos como colocar as palavras em nossas orações.

A boa notícia é que, às vezes, apenas um suspiro ou um gemido já serve. A oração não diz respeito apenas aos pedidos que colocamos diante de Deus, embora possa incluí-los. Às vezes, as orações mais profundas são um suspiro ou um gemido quando estamos sobrecarregados e não sabemos o que dizer. A Bíblia nos diz: "Da mesma forma o Espírito nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos como orar, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis" (Romanos 8:26).

Deus sabe o que realmente estamos pensando. Ele sabe do que realmente precisamos. Assim, podemos clamá-Lo, sabendo que o Espírito Santo vai interceder em nosso favor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário