sexta-feira, 29 de maio de 2015

O Que Não se Deve Esquecer

"Lembrem-se das maravilhas que ele fez, dos seus prodígios e das ordenanças que pronunciou" (1 Crônicas 16:12)

Eu descobri que, quanto mais velho fico, mais me esqueço das coisas. Algumas vezes fiquei procurando meus óculos de leitura para no fim descobrir que estavam na minha cabeça. É um tanto quanto vergonhoso, não é mesmo? As vezes, enquanto procuro algo que larguei em algum lugar, esqueço-me até do que estava procurando. Eu descobri que preciso cada vez mais de lembretes. Então, às vezes, rabisco umas notinhas para mim mesmo; ou até peço a alguém para me lembrar de algo.

Eu descobri que tenho uma tendência a me esquecer do que devia lembrar e a lembrar do que devia me esquecer. As vezes memorizo letras das músicas de comerciais imbecis e de canções das quais eu nem gosto. Não consigo livrar-me delas por mais que eu tente. Em contrapartida não consigo lembrar muitas vezes de versículos que há muito decorei. Tenho aprendido com isso, que preciso relembrar e refrescar a minha memória muitas e muitas vezes.

Por que precisamos ser relembrados? Porque temos tendência a nos esquecer das coisas. A Bíblia é um livro cheio de lembretes. Não apenas isso, mas é também um livro cheio de repetições. Diz a mesma coisa muitas e muitas vezes, pois nós tendemos a nos esquecer delas.

E não existe área mais importante em que pensar do que na nossa fé, pois aquilo em que acreditamos a respeito de Deus e do que Ele diz sobre Si mesmo são a coisa mais importante em que poderíamos pensar e nos concentrar. O que você pensa sobre Deus tem tudo a ver com o modo como você vive. Por que? Porque a sua visão de Deus determina o modo como você irá reagir àquilo que enfrenta na vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário